segunda-feira, novembro 20, 2017

novembro, 2017

11nov7:00 PM10:00 PMInauguração do Centro de Estudos Ana Kfouri conta com sarau e lançamento de livros no Rio7:00 PM - 10:00 PM CEAK Centro de Estudos Ana KfouriAgenda cultural:Lançamento

Detalhes

Ao longo de sua trajetória profissional, a diretora teatral e atriz Ana Kfouri se dedicou a um trabalho vinculado ao campo intensivo – no qual palavra e corpo são entendidos como potência, como campos de forças em tensão e em relação. Na celebração dos seus 60 anos e 40 de carreira, ela inaugura um espaço dedicado à continuidade dessa experimentação e pesquisa artística: o CEAK – Centro de Estudos Ana Kfouri.

Localizado no Cosme Velho, o centro será inaugurado, no dia 11 de novembro, das 19h às 22h, com o lançamento de três publicações – dos autores Angela Leite Lopes; Christian Prigent (com organização e tradução de Marcelo Jacques de Moraes e Inês Oseki-Depré); e Silvana Garcia – entremeado por um sarau que contará com leitura de textos e apresentação musical.

“Penso no CEAK como um espaço de potencialização da experimentação artística, no intuito de entrecruzar saberes prático-teóricos dos campos das artes cênicas e visuais, da literatura e filosofia, agregando artistas, estudantes de arte de modo geral, pensadores, pesquisadores e pessoas interessadas na experiência artística como um lugar de potência e, portanto, de interferência diferenciada no mundo de hoje”, destaca a diretora.

No evento de inauguração do espaço, a tradutora e professora Angela Leite Lopes, reconhecida por seu trabalho de intercâmbio entre o teatro francês e o teatro brasileiro, lança Traduzindo Novarina – Cena, Pintura e Pensamento (Editora 7letras). A publicação, resultado de um trabalho desenvolvido pela autora há mais de 15 anos, traça a trajetória do artista desde sua estreia no teatro em 1974 até os dias de hoje, procurando situar para o leitor brasileiro os aspectos variados da sua produção. “Este livro trata, no fundo, da prática da teoria: algo que permite que se fuja da indústria da explicação, para usar uma expressão cara a Novarina, e se critique a saturação dos conceitos, e sua consequente banalização, que impera hoje nos estudos sobre arte, e que me parece importantíssimo reivindicar”, frisa Angela.

Os professores e pesquisadores Marcelo Jacques de Moraes e Inês Oseki-dépré também estarão presentes, lançando a tradução de Para que poetas ainda?, de Christian Prigent (Editora Cultura e Barbárie). A obra, que reúne ensaios originalmente publicados pelo escritor, poeta e crítico literário francês entre 1996 e 2014, gira em torno da poesia francesa moderna e contemporânea. “Prigent discorre sobre a problemática da forma e da representação, a dimensão política da linguagem poética e sua relação com o mundo e com os idioletos contemporâneos, a tensão com o estrangeiro, a questão da oralidade, a performance etc”, define Marcelo.

A pesquisadora, diretora e dramaturga Silvana Garcia lançará seu Territórios e paisagens – Estudos sobre teatro (Editora Giostri), que reúne artigos publicados ao longo de mais de duas décadas, dentro e fora do Brasil. São textos que abordam a produção teatral e o pensamento sobre as artes cênicas em diferentes momentos e sob ângulos diversos, contribuindo para reconstituir um panorama da produção do período.

Ana Kfouri também vai se apresentar no evento, com um acordeão, tocando uma música composta por ela para o espetáculo ‘O Animal do Tempo’, de Valère Novarina, com direção de Antonio Guedes, que marcou sua volta aos palcos como atriz em 2007, e agora celebra a abertura de seu novo espaço. A diretora também lerá com Marcelo Jacques trechos de Prigent. Antonio Guedes selecionará trechos da obra de Beckett. Cesar Soares e Chris Igreja cantarão uma composição de Paula Leal e Amora Pera para o texto “Vocês que habitam o tempo”, de Novarina, e Paula Lom também cantará uma música sua para o mesmo texto. Trechos do autor ainda serão lidos por Angela Leite Lopes, Bruno Netto dos Reys, Ana Paula Bouzas, Lorena da Silva, Pablo Pêgas e Claudio Serra. Além das leituras, será exibido o vídeo “Senhora X, Senhorita Y”, novo trabalho de Silvana Garcia, ainda em processo, uma construção sobre as ruínas de “A mais Forte”, de Strindberg.

Serviço

Sarau de Lançamento Dia 11 de novembro, das 19
CEAK – CENTRO DE ESTUDOS ANA KFOURI
Endereço: Rua Filinto de Almeida 109 / 101 –
Cosme Velho – Rio de Janeiro, RJ

Horário

(Sábado) 7:00 PM - 10:00 PM

Localização

CEAK Centro de Estudos Ana Kfouri

Rua Filinto de Almeida 109 / 101