agosto, 2017

29ago - 3setDia todoMomix Forever, no Theatro Municipal do Rio, faz 6 apresentações(Dia todo) Theatro Municipal do Rio de JaneiroAgenda cultural:Show,Teatro

Detalhes

No dia 10 de junho de 1980, o Momix subia à cena pela primeira vez, no Teatro Nacional de Milão. O elenco era a dupla formada por Moses Pendleton e Alison Chase, dois dos fundadores do Pilobolus. Ali começava uma experiência artística que se tornou um sucesso mundial, marcada pelo caráter acrobático e ilusionista das coreografias, o grafismo de efeitos especiais e a fantasia dos enredos.  Moses seguiria com a companhia, faria dela um sucesso – uma verdadeira potência, com quatro elencos circulando pelo mundo – e se transformaria, ele próprio, numa figura singular no universo dos criadores da dança.

No dia 10 de junho de 2016, Moses Pendleton subiu àquele mesmo palco italiano para celebrar a estreia de MOMIX FOREVER, a coleção de números escolhidos a dedo dentre os maiores hits dessas três décadas e meia da companhia. São dezessete números que contam essa história, indo do deserto de Opus Cactus à Lua de Sun Flower Moon, do jardim de Bothanica ao mundo medieval de Alchemia,  e mais quatro segmentos inéditos, especialmente criados para a turnê festiva.

MOMIX FOREVER chega ao Theatro Municipal do Rio em 29 de agosto para seis apresentações, depois de uma elogiada temporada em Buenos Aires, com patrocínio da Contax e apoio do Santander . “O espírito e o caráter [do Momix] permaneceram intactos desde o início: a dança mescla acrobacias e habilidades fantásticas, efeitos visuais produzidos pelas luzes e manipulação de objetos”, escreveu a crítica do Clarín, Laura Falcoff[1].

E, como sempre, o cardápio musical é dos mais variados: de Peter Gabriel e Gothan Project a Johann Sebastian Bach.

Público: segunda geração

Pelo mundo inteiro, o Momix já tem uma segunda geração de espectadores. No Brasil, onde esteve pela primeira vez em 2002, é um dos nomes da dança contemporânea com histórico de casas lotadas em suas turnês. A linguagem criada por Pendleton, de caráter onírico e emocional, continua impactando as plateias mesmo em tempos de efeitos de computador: é, diz o coreógrafo, a combinação do espetáculo ao vivo, “o corpo somado à mágica da luz e da música, quase desprovida de cenografia, mas capaz de criar imagens de sonho”.  Ele continua: “Eu me sinto renovado, fresco como os lilases. Tenho sorte, também, porque eu nunca teria imaginado estar ainda aqui,  durante estes 35 anos”, afirma Moses Pendleton.

Ficha técnica

PROGRAMA (todas as coreografias são de Moses Pendleton)
PLEIADES de MOMIX in Orbit (2000)
Música: El Hadra – The Mystic Dance (Cortesia de Acquarius International Music)
DREAM CATCHER de OPUS CACTUS (2001)
Música: Mountain Walk East, de NOMAD (Cortesia da Australian Music International)
MARIGOLDS de BOTHANICA (2009)
Música: Suphala, Destinations do grupo The Now
DADDY LONG LEG Nova Criação
* coreografia dedicada a Julio Alvarez* / Colaboração na coreografia: Tim Latta
Música: Gothan Project, Santa Maria
BATHS OF CARACALLA de reMIX (2010)
Música: Reverence de David e Steve Gordon, do álbum Buddha Lounge
POLE DANCE de OPUS CACTUS (2001)
Música de Adam Plack, The Hunt, do álbum Winds of Warning de Adam Plack & Johnny Sames. (Rasa Music, Yalumba Music (ASCAP).  Por cortesia de Rasa Music
LIGHT REIGNS Nova Criação
Música: Deuter , Alchemy
PAPER TRAILS Nova Criação
Música: Good Bye Brother de Ramin, Djawadi; Progeny de Yvonne Moriarty, Gavin Greenway e o Lyndhurst; Sorrow de Klaus Badelt e  Lisa Gerrard; Wisdom Walk de Byron Metcalf.
FROZEN AWAKENING de BOTHANICA (2009)
Música: Lisa Gerrard e Michael Edwards, Space Weaver
SNOW GEESE de SUN FLOWER MOON (2005)
Música: zer0 One, NaNO e braiNwavE do álbum “oz0ne”
TUU de MOMIX CLASSICS (1983)
Colaboração na coreografia: Tim Acito e Solveig Olsen
Música: One Thousand Years, de TUU, do álbum One Thousand Years
SPAWNING de MOMIX CLASSICS (1983)
Música: Peter Gabriel, Mercy Street (Cortesia da Cliofine Ltd.(PRS)/HIDDEN PUN MUSIC, INC. (BMI)
AEREA Nova Criação
Música: Max Richter, On the Nature of Day Light
TABLE TALK de MOMIX CLASSICS (1983)
Colaboração na coreografia: Karl Baumann
Música: Safe From Harm – R Del Naja, A. Vowles, G. Marshall (do Massive Attack)
AQUA FLORA de BOTHANICA (2009)
Colaboração na coreografia: Cynthia Quinn
Música: Moola Mantra de Deva Premal
IF YOU NEED SOMEBODY de reMIX (2010)
Música: Johann Sebastian Bach, Concerto de Brandeburgo n. 2

 Serviço

MOMIX FOREVER
Espetáculo criado para celebrar o 35º  ANIVERSÁRIO da companhia
Diretor artístico:  Moses Pendleton
Codiretora artística: Cynthia Quinn
De 29 de agosto a 3 de setembro
Theatro Municipal do Rio de Janeiro – Praça Marechal Floriano s/n – Centro – 21 2332.9191 / 2332.9134 / 2332.9005
De terça, 29 de agosto, a sexta, 1º  de setembro – 20h30
Sábado, 2 de setembro – 21h
Domingo, 3 de setembro, 16h
Duração: 1h50m com intervalo de20m
Ingressos: Frisa/Camarote – R$320, Plateia/Balcão Nobre – R$320, Balcão Superior – R$ 220, Galeria – R$ 50

Horário

Agosto 29 (Terça) - Setembro 3 (Domingo)

Localização

Theatro Municipal do Rio de Janeiro

Praça Floriano, s/nº - Cinelândia – Rio de Janeiro – RJ

X