Caderno da Morte
Caderno da Morte

Ultrapassando barreiras e concretizações, o mangá Death Note parece ter conquistado uma mídia do entretenimento: o teatro. Baseando-se no enredo do mesmo, o grupo  Cia. Zero Zero de Teatro, devidamente autorizado, estará com apresentações no SESI Leopoldina, gratuitamente, de 9 de Outubro a 23 de Novembro.

Apesar de não poder ir a SP em nenhum destes dias, esperarei ansiosamente por críticas de quem for assistir. O ator que interpretará o personagem Light Yagami (Miguel Angelo Atênsia) deu uma entrevista ao blog Sushi Pop, que você acompanha abaixo:

Nagado: Como e quando surgiu a idéia de fazer Death Note no teatro?
Miguel:
Tem coisas que inspiram fazer teatro. Filmes, livros que são muito bons, desenhos… é claro que mangá e anime também. Foi isso que aconteceu quando assitimos o Death Note. Pensamos: “Isso ia ficar muito legal no palco!”. A vontade inicial partiu do Bruno Garcia (dramaturgo) no ano passado, e conversando comigo, com a Thais e com o Nei, fomos amadurecendo essa vontade até que criamos o projeto.

N: Como foi a negociação dos direitos? Houve alguma pressão para a aprovação do projeto?
M: No início, a editora JBC nos ajudou, e depois passamos a negociar direto com a Viz Media (detentora dos direitos de DN para o ocidente).

N: Os autores já estão sabendo? Qual foi a reação?
M:
Nós gostaríamos muito de saber qual foi a reação dos autores, mas como a negociação teve muitos intermediários até dar a volta ao mundo, não sabemos se ficaram surpresos ao saber que sua obra estava sendo adaptada para o teatro no Brasil.

N: Além do mangá, houve inspiração também no animê e no live-action?
M:De todos, cada um inspirou de forma diferente. Como estamos trabalhando com adaptação, a forma de contar a história muda de acordo com as caracteríscas de cada veículo. O mangá nos inspirou a sermos ágeis. Como cada quadro expressa muito bem ao leitor o que está acontecendo e o que os personagens estão sentindo, ele nos ajudou muito a chegar na essência de cada coisa. O anime, além de trazer a expectativa do que vai acontecer em seguida, foi a grande base da criação sonora. E o live-action nos ajudou a ver possibilidades dramatúrgicas sobre como poderíamos resolver algumas passagens e sintetizar uma história tão longa sem perder o desenvolvimento.M:

N: Death Note já virou teatro em algum outro lugar?
M:
Não sabemos.

N: O que se pode esperar de fiel e de diferente em termos de história e caracterização de personagens?
M:
Quando se vai adaptar de uma linguagem para outra, temos muitas opções. Cada uma tem seu valor específico. Por exemplo: um livro pode contar com a imaginação do leitor, um filme pode acrescentar efeitos e trilha sonora. No teatro tudo acontece ao vivo e cada dia é único. Nos preocupamos desde o início em como a linguagem teatral poderia acrescentar ao Death Note. Reduzimos a quantidade de personagens para que cada um fosse mais importante na trama e condensamos as situações para que cada cena fosse vital para o desenvolvimento da peça.

N: Você escolheu o seu personagem?
M: Durante o processo de criação, todos interpretaram todos os personagens, e eles foram escolhidos naturalmente. Eu devo admitir que deste o inicio tinha muita vontade de fazer o L, acho que ele é um personagem muito rico e tenho muito respeito por ele. E é por isso que estou tão feliz de poder levá-lo ao palco.

Segue abaixo a ficha técnica do espetáculo:

O Caderno da Morte – Death Note
De 9 de outubro a 23 de novembro
Quintas e sábados: 20h00
Sextas: 16h00 (a partir de 31/10) e 20h00
Domingos: 18h00

SESI Leopoldina
Rua Carlos Weber, 835 – Vila Leopoldina
São Paulo/ SP
(11) 3883-1093
– Entrada gratuita

Ficha Técnica
Direção: Alice K.
Adaptação teatral: Cia. Zero Zero de Teatro
Dramaturgia: Bruno Garcia
Direção de produção: Carla Estefan
Assistente de produção: Mariana Santos
Figurinos: Patrícia Brito
Cenografia: Laura Marc
Sonoplastia: Greg Slivar
Projeção: André Menezes
Iluminação: Eduardo Albergaria
Material gráfico: Gustavo Valezi

Elenco: Bruno Garcia, Miguel Atênsia, Rudson Marcello, Thais Brandeburgo, Vinicius Carvalho

  • Daniel

    Esse tenho q conferir! Valeu pela informação, sou fã de Death Note!

  • Vou divulgar no meu blog

  • Meu a peça foi FODAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!!!!!!!!!!!!!!!!!

    completamente magnifico!!

  • anonimo

    Detalhe, parece que o ator vai fazer o L, não o Light.

  • RODRIGO JAPA

    Essa peça é simplesmente FANTÁSTICA! Os atores estão arrebentando no geral e como todos nós temos nossos preferidos meu voto fica com o (a) cômico e diabólico Deus da Morte (Shinigami) – Bruno Garcia.
    A interatividae das cenas e os detalhes técnicos-visuais extramamente sincronisados deixam a estória compreensível para qualquer pessoa, amantes ou não do mangá (meu caso).
    Parabéns a todos da equipe!

    Vale muito a pena viajar meus 500Km – de Frutal pra Sampa só pra ver vocês!
    Abraços!

    SUCESSO!

  • VAI TER NO RIO?

  • Nao sei Lena, mas eles bem que poderiam trazer essa peça pra ca, pq com certeza haveria público!

  • Yagami Anny (the best L)

    é muito bom saber que pessoas importantes como os autores da peça assistem DN (Death Note)… adorei saber da peça e estou ansiosa pra assistir…. ESPERO QUE OS PERSONAGENS DA PEÇA SE PAREÇAM COM O DO ANIME….
    to feliz sim… o que não me alegra é saber que DN esta sendo dublado… ninguém merece anime dublado neh…. principalmente Death Note…
    sou uma fã o.O… FANATICA por Death Note… e principalmente pelo L….
    não vejo a hora de assitir….
    *capota*

  • wiilian

    eu aasisti , e achei ótimo. eh uma mistura do mangá , filme e anime

  • Taísa

    Eu assisti a peça, foi EXCELENTE!!!!!!!!!!!

    O Grupo todo está de parabéns!, a interpretação de cada um foi magnifico!..
    Claro que os parabens conta para toda Equipe!!!! Da Direção, Sonoplastia, Figurino, Iluminação… todos!
    Espero que eles possam fazer apresentações para fora, tenho um amigo de RS que está doidinho para ver a peça!

    Boa Sorte e Sucesso para a Equipe toda!

    Quem poder não perca a oportunidade! Eu Recomendo!

  • Assi a peça e…
    Fiz uma critica no meu Blog. BJUUUUUUUUUUUUUUUUUS

  • Assiti a PEÇA e fiz uma críticano meu blog

  • Thais Brandeburgo

    A peça voltou em cartaz em São Paulo, está no Centro Cultural até 30/04 ás terças, quartas e quintas.
    Boa oportunidade para quem não conseguiu ir!
    Maiores informações: http://www.centrocultural.sp.gov.br/programacao_teatro.asp

  • yagami tensei

    uhuuuuuuuuuu eu tenho q ve afinal vou ser Deus do novo mundo u_u

  • eu assisti no SESI de santo andré, e achei muito bom, eu reconheci a história do animê achei q ficou muito boa, gostei muito.

    abraço.

  • Gabriela

    Caramba! Fiquei com uma baita vontade de assistir a essa peça! Adoro Death Note! Estou esperando anciosamente essa peça aqui no Rio de Janeiro! ^^

  • slash-kun!

    bem…a idea foi legal e talz,porem eu naum gostei da atuaçao pessiama dos atores e a atuaçao mediocre,muitas pessoas confundem os nossos queridos mangás e animes como uma coisa americanizada,eu particularmente naum gosto disso e naum gostei da peça…