“O Invasor Noturno”, incrível registro de tamanduá invadindo um cupinzeiro durante a noite, rendeu ao fotógrafo brasileiro Marcio Cabral o prêmio de melhor fotografia em “Animais em Seus Ambientes” na premiação Wildlife Photographer of the Year do Museu de História Natural de Londres.

O registro, realizado no Parque Nacional das Emas, no sudoeste de Goiás, ocorreu durante três estações que Cabral acampou no parque, esperando pelas condições ideais para capturar as luzes verdes emitidas por larvas de um besouro que vivem nas camadas externas dos cupinzeiros. Após uma temporada de muitas chuvas, Cabral se deparou numa noite com o tamanduá que, contra o vento, não percebeu o fotógrafo, que pôde registrar o animal “tranquilamente”. O fotógrafo usou uma objetiva grande-angular para incluir a paisagem, flash baixo e um tempo de exposição longo para capturar as estrelas e o incrível céu do Parque das Emas.