Ambrosia Autores Publicações por Fernando Andrade

Fernando Andrade

Fernando Andrade
99 PUBLICAÇÕES 0 COMENTÁRIOS
Escritor e poeta, e jornalista, tem dois livros de poemas, Lacan por Câmeras Cinematográficas, e Poemometria lançados pela editora Oito e meio. Participa do coletivo de Arte, Caneta lente e pincel, com contos e poemas. também participa do Trema Literatura, coletivo de textos de ficção. tem entre seus escritores mais amados, Thomas Pynchon, Ìtalo Calvino, e no cinema ama demais Krzysztof Kieslowski.
Definir o finito é o mesmo que definir o definitivo? Um acaba com sua duração. Outro tem um teor de classificação. Embora o definitivo encerre tudo que esteja fora do não concluso, do em andamento, as infinitas possibilidades sonoras de um álbum que foge de classificações definitivas, a cada...
Andrea Ferraz vive no Recife e escreveu o romance “A Sutileza do Sangue”, livro premiado pela Academia Pernambucana de Letras na categoria ficção. É uma das autoras da antologia de contos “O Bordado das Sombras”. Está lançando a novela "Guardem as Cinzas". Fizemos quatro perguntas para a escritora. Confira...
Se você perguntasse o que pode? as cartas de tarô, com uma iconografia simbólica onde cada carta reuni um repertório de informações contextuais ligadas ao um arquétipo. O baralho como uma estrutura exponencial de narrativas em que você leitor pode manuseá-lo para contar uma estória. As estruturas de narrar,...
Teofilo Tostes Daniel é escritor e poeta nas horas cheias. Nas horas vagas bendiz o ócio, lê, canta no chuveiro e nas aulas de canto. Nas plenas, conversa com amigos, reúne-se em família, brinca com suas cachorrinhas e é feliz com sua esposa. E em horário comercial é analista...
Ah! Este rigor que os autores russos escrevem. Com uma mistura de sofrência e ética. Aqui no Pai que não assume sua paternidade s é plural de algo que sempre deixará espaços brancos ou noites brancas. Olhamos o Pai russo, severo, centrado, será mesmo que todo rigor trouxe uma...
Tido como fixo. Como sufixo do nome? Algo importante que diz respeito. Talvez sem tido e sem lido, a imagem se desloca para outra margem procurando a distância da referência, que andou um pouco mais indo atrás do ponto de referência. Tens? Daqui vejo que o poema contorna o...
Diga você que vive neste momento de lembranças do amor que não está mais no agora. O que uma tarde e não importa se você está olhando pela janela do seu trabalho, ou em casa "sem trabalho" este período é dolorido para quem vive poeticamente as desventuras do não...
O beijo de língua de uma certa forma ultrapassa a afetividade ao outro. A língua passa do afeto a um certo erotismo. A língua dentro da sua boca, leitor, articula as palavras para o som junto com aparelho da produção da fala, laringe e cordas vocais produzirem e articularem...
Suelen Carvalho nasceu em Castanhal, no Pará, em 1982. É jornalista e roteirista. Publicou contos em revistas literárias, antologias e um e-book infantojuvenil. O passado é lugar estrangeiro é seu primeiro romance. Mora há quatro anos em São Paulo-SP. Fizemos quatro perguntas para a autora. Confira abaixo: 1 -  Tua...
No reino do Era uma vez, não é o passado que está sendo trazido da lembrança para uma audição contemporânea, nem passa, talvez, pelo tato da experiência, embora dela se note pela grafia do táctil inscrito na camada em baixo da epiderme. Das coisas sensoriais que ficam gravadas na...
Nara Vidal é mineira de Guarani. Formada em Letras pela UFRJ, concluiu um Mestrado em Artes pela London Met University. Publicou vários livros infantis. “A Loucura dos Outros” (Editora Reformatório) é seu segundo adulto. Nara foi premiada duas vezes com o Brazilian Press Awards e com o Maximiano Campos...
No seriado Jornada nas Estrelas havia um personagem que citava em algumas situações em que a demanda pela capacitação exigia, dizia: unidades biologias perfeitas, algo de gênero. A visão era que nosso organismo era um sistema biológico altamente funcional em permanente demanda internacional com o meio. E que no...
Tiago Feijó é autor do livro de contos “Insolitudes” (7letras, 2015). Tem textos publicados em diversas revistas e blogs de literatura. Nascido em Fortaleza, mudou-se para o interior de São Paulo ainda menino. Formou-se em Letras Clássicas pela Unesp Venceu o Prêmio Ideal Clube de Literatura 2014. Confira abaixo...
Não gente, os poemas de Marília Kubota em “Diário da Vertigem”, pela Editora Patuá, não partem de uma negação. Eles são muito brincalhões para isso! Partem, sim, de uma ideia enviesada, na transversal, com muita dialética entre conversas e versos e valsas, pois seu nítido estilo de escrever está...
Dizia minha avó que relógio em tempo de fazenda desaprende a tic taquear. Porque o pendulo na fazenda é um belo exercício moral e estético. O tempo na cidade urge-urbe. Todos maquitolados em despesas e presas. São escravos da numeração digital, pois o pendulo, estes só se encontram nos...
X