Ambrosia Autores Publicações por Vivian Pizzinga

Vivian Pizzinga

Vivian Pizzinga
93 PUBLICAÇÕES 0 COMENTÁRIOS
Vivian é escritora e psicanalista. Lançou dois livros de contos (A primavera entra pelos pés, 2015; Dias roucos e vontades absurdas, 2013), ambos pela Editora Oito e Meio.
No último dia 10 de julho, reestreou no Rio, no Imperator, o espetáculo Doidas e Santas, que fica na cidade até 26 de julho em curta temporada. A peça é estrelada por Cissa Guimarães, no papel de uma psicanalista em crise no casamento, e o texto de Regiana Antonini...
Na mesa Poesia em 2015, de quinta-feira, mediada por Carlito Azevedo, o carioca Mariano Marovatto, que lança na Flip sua terceira coletânea de poesias, Casa, pela7Letras, dialoga com a portuguesa de sotaque carioca Matilde Campillo, que lança no Brasil seu primeiro livro, Jóquei, pela Editora 34, sobre as dificuldades...
A primeira mesa deste sábado, na programação oficial da Flip, Turistas Aprendizes, trouxe, com mediação de Paula Scarpin, a jornalista Alexandra Lucas Coelho, correspondente internacional do jornal português Público, que cobriu conflitos armados no Afeganistão, Iraque, Egito e México, e a crítica literária Beatriz Sarlo, que além de sua...
Se você fosse chamado a representar o Inconsciente, essa instância obscura colocada em teoria por Freud, e não houvesse como fugir da tarefa, como o faria? Um quadro de Bosch, de Salvador Dalí, um filme do Buñuel? René Magritte? Que imagens escolher? Você poderia devolver com uma pergunta: e...
Tudo começa estranho. Sorrateiro. Nebuloso. A plateia vai entrando no teatro do Espaço Sesc, descendo a rampa que dá acesso ao teatro de arena, em Copacabana, tentando enxergar o caminho à frente, mas a nuvem de um subsolo lôbrego já nos insere em um clima curioso, que se encaixa...
A peça Paraíso Zona Sul está em cartaz em sua última semana, no Teatro da Sede das Cias, no bairro da Lapa. O texto inédito, de Jô Bilac, com direção de Nirley Lacerda, é uma costura de fragmentos que têm como temática encontros e desencontros, esquetes em que a...
Grand Théâtre Pão e Circo, peça em cartaz durante este mês de maio no aconchegante Teatro da Sede das Cias, na Escadaria do Selarón, no bairro da Lapa, é um espetáculo. E isso não apenas por ser baseada no texto crítico de Guy Debord, o clássico A Sociedade do...
Mil Vezes Boa Noite, de Erik Poppe, é um filme denso. Retrata o drama de Rebecca (Juliette Binoche), uma respeitada fotógrafa que cobre situações delicadas em zonas de conflito de guerra. O filme se inicia com a sua participação em uma preparação para um ataque terrorista. Ela acompanha todo...
As Horas Mortas (Las Horas Muertas), de Aaron Fernandez, uma produção México/França/Espanha de 2013, é um filme que eu adjetivaria como “mineiro”, no sentido de que, segundo o estereótipo arraigado, é quietinho, não faz alarde, vai mostrando a que veio devagar e, quando menos se espera, estamos completamente seduzidos pela...
González, do diretor Christian Diaz Pardo, exibido no Foco México, teria tudo para ser um bom filme. E começa bem, mostrando o protagonista, González perdido pela cidade grande entre telefonemas de cobranças de dívidas, ligações da mãe e entrevistas para empregos. Ele tem o aluguel atrasado, assim como as prestações...
Uma Boa Menina (Appropriate Behavior), de Desiree Akhavan, uma produção Estados Unidos/Reino Unido, relata uma fase difícil na vida da jovem Shirin, protagonizada pela própria Desiree Akhavan. Ela está em um momento de repensar sua vida profissional, é oriunda de uma família iraniana moradora do Brooklyn, tem um irmão...
Ela perdeu o controle (She’s lost control) não é um filme sobre a banda Joy Division, antes que alguém pergunte. Inclusive, na exibição de sábado à noite no Festival do Rio, ao ser perguntada sobre o que a motivou a fazer o filme, a diretora Anja Marquardt não citou...
Enquanto Deus não está olhando, o que pode acontecer? Uma mudança súbita, um desamparo, uma partida, um desvio? Mas, e quanto a Deus, afinal, está sempre olhando? O título do romance de estreia da jornalista pernambucana Débora Ferraz, vencedor do Prêmio Sesc de Literatura/2014 na categoria Romance e publicado...

Crítica: “Paraíso”

Ok, talvez Paraíso, segundo longa-metragem de ficção dirigido pela mexicana Mariana Chenillo, não esteja entre os melhores filmes do mês. Provavelmente, não estará entre os melhores do ano. Mas não é por isso ou por ser um filme nota 6,8 ou 7,0 que não mereça ser visto. Há muitas...
Abro o livro de Alexandre Marques Rodrigues, vencedor do Prêmio Sesc de Literatura 2014 na categoria Contos, e leio o primeiro trecho no intuito de averiguar a parafilia do livro inteiro. O que encontro, de cara, é a linguagem poética. Em Livros, o conto de abertura, uma mulher demanda...
X