Depois da Warner ter vetado a idéia de gerico de fazerem um filme comédia do Lanterna Verde, estrelando Jack Black, pouco foi dito sobre o filme do personagem icônico da DC Comics.

Mas a revista Production Weekly publicou um artigo mencionando a produção do filme, que deverá respeitar sua história, com a seguinte sinopse:

Cada setor do espaço é protegido por um Lanterna Verde, dotado de uma anel que emprega uma poderosa energia verde para criar qualquer coisa que esteja dentro dos limites da imaginação e força de vontade de seu mestre. Quando o Lanterna Verde escalado para defender o nosso setor percebe que está morrendo na Terra, ele envia seu anel para encontrar um sucessor digno. E o escolhido, o piloto de testes Hal Jordan, subitamente depara-se com um trabalho que jamais imaginou ter.

Hal Jordan apareceu na revista Showcase #22 em Setembro de 1958, numa história com roteiros de John Broome e arte de Gil Kane. O personagem foi um dos catalisadores da Era de Prata dos quadrinhos, iniciada dois anos antes na Showcase #04 com a estréia de Barry Allen como The Flash.

O roteiro do filme é de Greg Berlanti, Marc Guggenheim e Michael J Green. Ainda não há um diretor confirmado, nem data de lançamento.

O que eu acho? Um sonho se tornando realidade ou sendo arruinado.

Lam.

  • Po teria de ter um orçamento de pelo menos 200 milhões para ficar bom… vamos torcer né.

  • Lam

    Por enquanto estou com medo.

  • Paes Leme

    Denis Quaid para o papel de Hal Jordan.

    Eu sei q não terei esperanças de ver o Kyle com lanterna no cinema mesmo.

    Contudo eu não levo fé a warner não sabe fazer filmes de “super-heroi” (batman é um heroi ele não é super).

    Eles não vão chegar ao nivel do cavaleiro das trevas. Isso me assusta. As historias do Hal são muito historias de criança. Como era na era de prata. a melhor historia dele, crepusculo esmeralda, não vai virar filme tão cedo.

    Tirando o Batman os herois da DC são muito “bonitinhos” nunca fazem nada de errado, não tem muita profundidade para fazer um filme. Ate porque a WB vai fazer os primeiros filmes, e a maioria dos personagens surgiram na era de prata onde “tudo era uma maravilha” e watchman ainda não tinha sido escrito.

    Para não dizerem que eu sou muito pé atras com a DC e WB eu levo uma pitada de fé no filme do arqueiro verde. Um dos motivos é por ele ser humano, e mostrar isso nas historias por onde passa.

  • Daniel Braga

    [re=2659]Paes Leme[/re]:

    Desculpe, cara, mas o Hal Jordan nos anos 70 pra 80 tinha uma revista escrita pelo Dennis O’Neil que era ele e o Arqueiro em que a temática era tudo menos infantil. Tinha um tom quase humanista, quando um Guardião resolve se passar por um humano comum é guiado por pelos dois (representando o ceticismo e a esperança, Ollie e Hal) passando porq uestões morais muito show, inclusive políticas e o auge quando eles descobriram que o Ricardito (Speedy) Roy Harper o atual Arsenal estava viciado em Heroína e tiveram que lidar com o problema. Bonitinho e infantil mesmo ! rs

  • PAES LEME

    Sou obrigado a concordar que essa historia, ricardito, é muito boa mesmo. Porem eu acho que elas são mais puxados para o lado do Arqueiro. Mesmo que eles atuem juntas em todas.
    Contudo eu acredito q não seia essa a tematica que a Warner daria a seus filmes.