Kevin Smith

Durante a San Diego Comic-Con deste ano, Kevin Smith e Zack Snyder se encontraram no painel da Entertaiment Weekly e o resultado você confere abaixo:

“Eu vi Watchmen. É do caralho*. O Acordo de Não-Revelar que assinei me previne de dizer muito, mas eu posso dizer o seguinte com um entusiasmo orgásmico: Snyder e Cia conseguiram. Lembra daquela sensação ao assistir Sin City nos cinemas e se extasiar pela tradução fiel do material original, tanto em termos de conteúdo quanto visuais? Triplique aquilo e você chegará perto do que é assistir Watchmen. Até mesmo Alan Moore pode se surpreender com o quão perto o filme ficou dos quadrinhos. Março não pode chegar a tempo.”

Po Kevin Smith, assim você acaba com o público não privilegiado por não ser um Deus Nerd e poder assistir Watchmen com mais de meio ano de antecedência :( De qualquer modo é uma excelente notícia ver que Kevin Smith gostou tanto assim da produção, particularmente acho que vai ser do caralho também.

* No original: “É fodidamente impressionante

Fonte /Film

  • Ou isso ou pagaram o tio Kevin pra falar isso…

  • Álvaro Guedes

    Se o Lord of the Nerds disse isso…bem, vou passar para o lado dos torcedores pelo sucesso do filme.

    Agora, falta o pronunciamento da Entidade Barbuda do Caos!

  • Diana

    “Deus Nerd” é genial hahahahha

    Fico feliz de saber que a opinião do Kevin Smith é tão positiva, ele tem cassife para dizer, mas ainda tenho medo… Como ele disse, “Março não pode chegar a tempo”…

  • Gabriel

    Tipo, ele afirmar que o filme é do caralho não me diz nada. Como “Deus Nerd”, a opinião dele é mais de fanboy do que de qualquer outra coisa, então ele já acha ótimo o simples fato de ter uma hq sobre o filme.

    No mais, tudo aponta para uma bomba. o Snider vai tentar repetir a “maravilha” que ele fez em 300, com um zilhão de câmeras lentas por minuto e uma fotografia que lembra tudo, menos a possibilidade de a história parecer verdadeira, como acontece na hq. Alguém esqueceu de ensinar o conceito de verossimilhança ao direitor.