É o sonho de toda mãe que uma bába consiga lidar com seus filhos rebeldes.


Em Nanny McPhee e as Lições Mágicas o cenário agora é outro. Trocamos a cidade meio aristocrática do primeiro filme por uma linda cidadezinha do interior londrino.
Isabel Green (Maggie  Gyllenhaal) tem três filhos: Norman (Asa Butterfield) o mais velho, Megsie (Lil Woods) e Vincent (Oscar Steer). E se não bastasse a dificuldade em cuidar dos três, ela também tem que cuidar de uma fazenda falida enquanto seu marido está na guerra. Seu cunhado picareta vive atrás dela tentando convencê-la a vender a fazenda, algo que Isabel não quer. As crianças cuidam dos afazeres na fazenda enquanto sua mãe trabalha numa lojinha ajudando uma velha senhora (Maggie Smith, bem maluquinha) bastante enrolada.


Além do mais, sua irmã está enviando os dois filhos para ficar com ela  durante o período da guerra. O que ela não desconfia é que seus sobrinhos são muito mimados e logo que chegam começam a brigar com seus filhos e uma enorme confusão toma conta da pacata vida no interior. Eis que surge em sua porta a bába Nanny McPhee (Emma Thompson). Isabel se assusta, dizendo que não contratou nenhuma bába e McPhee lhe explica como funciona seu trabalho. Ela aparece quando você mais precisa dela e não a quer e vai embora quando você a quer por perto, mas não precisa mais dela.
Nanny McPhee tem o dever de ensinar as crianças 5 importantes lições e todas elas serão regradas de muita magia e diversão.

Em mais uma incrível aventura as crianças vão aprender a reconhecer os verdadeiros valores da vida que muitas vezes passam batido no cotidiano. O valor da amizade, do trabalho em equipe, da coragem, do perdão e da família.

O filme é repleto de boas mensagens e lições para os pequenos e os grandes. E a principal e de não deixar de acreditar nas coisas boas e porque não até em um pouco de mágica?
Mesmo contando com um fabuloso elenco que vai de Emma Thompson, que também escreveu o roteiro, à Maggie Smith, Ralph Fiennes, Maggie Gyllenhaal, são as crianças que roubam a cena, agindo muitas vezes com mais sensatez que os adultos. Elas são adoráveis, principalmente o pequeno Oscar Steer que faz o caçulinha Vincent.

Nanny McPhee e as Lições Mágicas (Nanny McPheen and The Big Bang no original) é aquele sopro de alegria que tanto precisamos algumas vezes em nossos dia a dias.