em , ,

Carta aberta a Sofia Coppola por seu “O Estranho que Nós Amamos”

Deixe uma resposta

Publicado por Renan de Andrade

Renan de Andrade

A paixão pelo audiovisual me pegou de assalto desde o berço. Assim como a necessidade de desbravar o alcance da comunicação. Formado em Jornalismo e atuando nas áreas de roteiro e direção na TV, sinto-me cada vez mais imerso nos matizes da arte (audiovisual) e da vida (comunicação).

“Ozark” subverte seu DNA derivativo da chamada “Era de ouro da tv americana”

Outcast: Christopher Nolan é o grande gênio do cinema atual?