Nesta quinta-feira (15), foram anunciados os concorrentes ao Oscar 2015, que será entregue no dia 22 de fevereiro, em Los Angeles, numa cerimônia apresentada por Neil Patrick Harris. Os filmes que levaram mais indicações foram “Birdman (Ou A Inesperada Virtude da Ignorância)” e “O Grande Hotel Budapeste”, cada um com nove nomeações, seguidos por “O Jogo da Imitação” (oito), “Boyhood – Da Infância à Juventude” e “Sniper Americano” (seis). Confira abaixo as chances de cada indicado nas principais categorias:

Melhor Filme

boyhood_capa

Quem deve levar: “Boyhood – Da Infância à Juventude”

Quem pode levar: “Birdman (Ou A Inesperada Virtude da Ignorância)” ou “O Grande Hotel Budapeste”

Quem não tem chances de levar: “O Jogo da Imitação”, “A Teoria de Tudo”, “Sniper Americano” “Whiplash: Em Busca da Perfeição” e “Selma”

Após sua consagração no Globo de Ouro, onde levou três prêmios, o filme de Richard Linklater despontou como favorito na corrida do Oscar e é quase certo que seja o grande campeão da noite. Porém, não podemos desprezar a grande possibilidade do grande prêmio da noite ir para “Birdman”, aclamado pela crítica, ou mesmo “O Grande Hotel Budapeste”, que ganhou fôlego após ganhar o Globo de Ouro de Melhor Filme de Musical ou comédia. Os outros estão ali apenas para fazer número, embora seria no mínimo interessante e surpreendente se “Whiplash” fosse escolhido.

Melhor Diretor

boyhood_foto1

Quem deve levar: Richard Linklater, por “Boyhood – Da Infância à Juventude”

Quem pode levar: Alejandro González Inárritu, por “Birdman (Ou A Inesperada Virtude da Ignorância)” ou Wes Anderson, por “O Grande Hotel Budapeste”

Quem não tem chances de levar: Morten Tyldum por “O Jogo da Imitação”, Bennett Miller por “Foxcatcher: Uma História Que Chocou o Mundo”

A ideia de realizar um filme por 12 anos consecutivos realmente foi um feito para Richard Linklater, que deve ser reconhecido pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood. Mas há quem acredite que o diretor de “Boyhood” deve se preocupar com Alejandro González Inárritu ou mesmo Wes Anderson, outro queridinho da crítica. Nesta categoria, foi sentida a ausência de David Fincher, muito elogiado pelo seu trabalho em “Garota Exemplar”, ou até Clint Eastwood, com “Sniper Americano”.

Melhor Ator

birdman_a

Quem deve levar: Michael Keaton, por “Birdman (Ou A Inesperada Virtude da Ignorância)”

Quem pode levar: Eddie Redmayne, por “A Teoria de Tudo” ou Benedict Cumberbatch, por “O Jogo da Imitação”

Quem não tem chances de levar: Steve Carell por “Foxcatcher: Uma História Que Chocou o Mundo”,  Bradley Cooper por “Sniper Americano”.

Todo mundo (especialmente os americanos) adoram uma volta por cima e este é o ano da redescoberta de Michael Keaton, que voltou a fazer papéis e filmes mais relevantes (esteve até aqui no Brasil para lançar o “RoboCop” de José Padilha, lembram?). Depois de passar um longo período por baixo, ele agarrou com unhas (ou seriam garras?) e dentes a chance de brilhar como o protagonista de “Birdman (Ou A Inesperada Virtude da Ignorância)” e pode se tornar o primeiro Batman a ganhar o Oscar de Melhor Ator. No entanto, a Academia curte muito atuações de pessoas com problemas de limitação física ou mental e, este ano, o representante desta categoria é o bom Eddie Redmayne, que interpreta o físico Stephen Hawking em “A Teoria de Tudo”. Além disso, o badalado Benedict Cumberbatch também está no páreo como o protagonista de “O Jogo da Imitação”Só não dá para entender por que Bradley Cooper entrou na lista, já que muitos acreditaram que a vaga era de Jake Gyllenhaal, por sua performance em “O Abutre”.

Melhor Atriz

still alice

Quem deve levar: Julianne Moore, por “Para Sempre Alice”

Quem pode levar: Rosamund Pike, por “Garota Exemplar” ou Reese Whiterspoon, por “Livre”

Quem não tem chances de levar: Marion Cotillard por “Dois Dias, Uma Noite”,  Felicity Jones por “A Teoria de Tudo”.

Outra coisa que todos os fãs de premiações gostam é dos indicados que são lembrados por vários anos, mas nunca levam, por justiça ou não. Este é o caso de Julianne Moore, que, embora tenha um talento inquestionável, acabou vendo outras atrizes levando o Oscar para casa. Mas parece que, desta vez, a Academia não vai ignorá-la por sua atuação em “Para Sempre Alice”. A não ser que os votantes se mostrem mais entusiasmados com as surpreendentes performances de Rosamund Pike e Reese Whiterspoon, ambas fora de suas zonas de conforto. A bela Felicity Jones também foi um dos destaques de “A Teoria de Tudo, mas parece ter menos chances do que seu colega de elenco, Eddie Redmayne. A grande surpresa ficou com Marion Cotillard, que também foi bastante elogiada por seu trabalho em “Dois Dias, Uma Noite”, mas ninguém considerava a sua indicação. De qualquer forma, só por terem lembrado dela, já é um motivo para comemorar.

Melhor Ator Coadjuvante

whiplash_simmons

Quem deve levar: JK Simmons, por “Whiplash: Em Busca da Perfeição”

Quem pode levar: Ethan Hawke, por “Boyhood – Da Infância à Juventude” ou Edward Norton, por “Birdman (Ou A Inesperada Virtude da Ignorância)”

Quem não tem chances de levar: Mark Ruffalo por “Foxcatcher: Uma História Que Chocou o Mundo”,  Robert Duvall por “O Juiz”.

Se há uma categoria que parece já ter um Oscar certo é a de Melhor Ator Coadjuvante. Desde as suas primeiras exibições em festivais, “Whiplash: Em Busca da Perfeição” chamou a atenção especialmente pela brilhante e furiosa atuação de JK Simmons como o professor de música extremamente exigente com seus alunos. Ele já ganhou o Globo de Ouro e é muito difícil que não ganhe a estatueta careca. Ethan Hawke e Edward Norton podem até surpreender, mas as chances dos dois são poucas. Zebra maior seria se Mark Ruffalo ou o veterano Robert Duvall fossem anunciados como vencedores. Mas todos são excelentes atores, sem sombra de dúvida.

patricia_boyhood

Melhor Atriz Coadjuvante

Quem deve levar: Patricia Arquette, por “Boyhood – Da Infância à Juventude”

Quem pode levar: Keira Knightley, por “O Jogo da Imitação” ou Emma Stone, por “Birdman (Ou A Inesperada Virtude da Ignorância)”

Quem não tem chances de levar: Meryl Streep por “Caminhos da Floresta”,  Laura Dern por “Livre”.

Aqui, parece que o resultado será o mesmo do Globo de Ouro: Depois de anos de serviços bem prestados ao cinema americano e também na TV (especialmente com a série “Medium”), parece que Patricia Arquette finalmente será reconhecida pela Academia e levará o Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante este ano, por sua interpretação da mãe que tenta dar uma boa educação aos filhos, embora tenha o grave problema de escolher os homens errados para entrar em suas vidas. Mas pode ser que as belas e talentosas Keira Knightley e Emma Stone sejam lembradas e acabem ganhando o prêmio. Já a mais que vencedora Meryl Streep deve fazer só figuração de luxo na premiação, assim como Laura Dern, a surpresa da lista.

como_treinar_o_seu_dragao_2

Melhor Animação

Quem deve levar: “Como Treinar o Seu Dragão 2”

Quem pode levar: “Operação Big Hero” ou “Os Boxtrolls”

Quem não tem chances de levar: “Song of The Sea”, “The Tale of The Princess Kaguya”.

Embora a primeira animação da Disney baseada em quadrinhos da Marvel seja muito divertida, a continuação das aventuras de Soluço e Banguela tem um visual mais arrebatador e conquistou muitos críticos mundo afora. Depois de conquistar o Globo de Ouro, “Como Treinar o Seu Dragão 2” desponta como favorito na categoria. A grande surpresa foi mesmo “Uma Aventura Lego” e “Festa no Céu” terem ficado de fora, dando lugar aos pouco badalados “Song of The Sea”  e“The Tale of The Princess Kaguya”.

planeta_macacos_foto5

Melhores Efeitos Visuais

Quem deve levar: “Planeta dos Macacos: O Confronto”

Quem pode levar: “Interestelar” ou “Guardiões da Galáxia”

Quem não tem chances de levar: “Capitão América 2: O Soldado Invernal”, “X-Men: Dias de um Futuro Esquecido”.

Esta é uma categoria bem equilibrada. Todos os filmes foram arrebatadores com seus efeitos especiais, que fica difícil escolher um melhor. Mas o trabalho realizado pela equipe de “Planeta dos Macacos: O Confronto” foi mesmo digno de destaque pois tornaram os símios liderados por Caesar ainda mais realistas do que em “Planeta dos Macacos: A Origem”. Porém, não dá para ignorar o que foi feito na saga espacial de Christopher Nolan ou na divertida aventura do grupo de heróis da Marvel. Já a continuação das histórias do Sentinela da Liberdade é competente na parte técnica, mas apenas isso. A volta de Bryan Singer ao universo dos mutantes foi bem sucedida e tem pelo menos uma cena antológica, envolvendo o personagem Mercúrio, graças aos bons efeitos. Porém, é pouco para receber a estatueta.

Essas foram as análises de algumas categorias de indicados ao Oscar deste ano. E aí? Gostou? Sentiu falta de algo mais? Escreva para a gente. Um abraço e bom Oscar para todos em fevereiro!

Citizenfour-oscar

Documentário

Quem deve levar: CitizenFour

Quem pode levar: Vietnã: Batendo em Retirada, A Fotografia Oculta e O Sal da Terra

Quem não tem chances de levar: Virunga

Talvez a categoria mais difíficl de se prever o vencedor. O Brasil concorre (em parte) com “O Sal da Terra”, produção franco-ítalo- brasileira dirigida pelo alemão Wim Wenders e pelo brasileiro Juliano Ribeiro Salgado sobre o fotógrafo Sebastião Salgado, pai de Juliano. Pena que justamente quando temos um (vá lá, semi) brasileiro com chances reais de ganhar todos os outros filmes candidatos são fortes concorrentes, principalmente “Citzen Four”, documentário sobre as entrevistas deEdward Snowden que deflagaram o escândalo da NSA. “Vietnã: Batendo em Retirada”, sobre o que se passou logo após à rendição americana também tem boas chances.

leviata filme 001

Filme Estrangeiro

Quem deve levar: Leviatã (Russia)

Quem pode levar: Relatos Selvagens (Argentina) e Ida (Polônia)

Quem não tem chances de levar: Tangerines (Estônia) e Timbuktu (Mauritânia)

O russo “Leviatã” foi o vencedor da categoria no Globo de Ouro e desponta como favorito ao Oscar. No entanto terá pela frente dois fortes adversários: o elogiado Ida, a princípio favorito ao Globo de Ouro e que chamou atenção por sua excelência estética (concorre também a Melhor Fotografia) e o argentino “Relatos Selvagens”, grande sucesso de público e crítica do último trimestre de 2014 no Brasil, que comprova a boa fase por que passa o cinema Hermano. Um detalhe que pode preocupar muitos brasileiros: se ‘Relatos’ for vencedor serão 3 Oscars de filme estrangeiro para Argentina contra nenhum do Brasil. O estoniano “Tangerines” e o mauritaniano “Timbuktu” têm poucas chances. Se um dos dois ganhar será uma grande zebra.

Com colaboração de Cesar Monteiro em “Documentário” e “Filme Estrangeiro”.