‘Smoke on the Water’ do Deep Purple é um daqueles hinos indeléveis do rock, aqueles de riff icônico. A música surgiu de um incidente ocorrido em 1971 em Montreux, na Suíça. A banda estava na cidade para gravar seu próximo álbum no estúdio móvel alugado dos Rolling Stones (conhecido como Rolling Stones Mobile Studio), chamado de “Rolling truck Stones thing” (na música eles se referem como “the mobile”). Isso se deu no complexo de entretenimento que fazia parte do Cassino de Montreux.

Na véspera do início das sessões de gravação, aconteceu um show de Frank Zappa e The Mothers of Invention no teatro do cassino e, durante o show, um incêndio se iniciou. No meio do solo de sintetizador de ‘King Kong’, alguém na plateia disparou um sinalizador no teto, incendiando-o (o que é mencionado no verso “some stupid with a flare gun”, “um idiota com um sinalizador”). A fumaça que saía do cassino se espalhou pelo lago de Genebra, daí o nome da música, que foi dado pelo baixista Roger Glover. Nascia o clássico do rock que entrou no álbum “Machine Head”, o mais bem-sucedido comercialmente do Purple.

Em 1989, um evento mais trágico do que o que originou a música fez com que alguns dos maiores nomes do rock unissem forças em uma causa beneficente. O Rock AId Armenia juntou integrantes do Pink Floyd, Queen, Rush, Black Sabbath, Yes, Iron Maiden, Free, Asia, Emerson Lake & Palmer e, claro, Deep Purple na regravação de ‘Smoke on the Water’ para arrecadar fundos para as pessoas afetadas pelo terremoto na Armênia que matou milhares em 1988. A revista Kerrang chamou o projeto de “a maior variedade de talentos de hard rock todos reunidos”. Outros chegaram a chamar de We Are The World do hard rock.

Organizado por Jon Dee, essa regravação trouxe David Gilmour (Pink Floyd), Brian May (Queen), Tony Iommi (Black Sabbath), Ritchie Blackmore (do próprio Deep Purple), Alex Lifeson (Rush) e Chris Squire (Yes) nas guitarras. Nos vocais teve Ian Gillan (também do Purple), Bruce Dickinson (Iron Maiden), Paul Rogers (Free e Bad Company) e Bryan Adams. Keith Emerson (Emerson Lake & Palmer) e Geoff Downes (Asia) tocaram os teclados e Roger Taylor (Queen) tocou a bateria.

Ao contrário do USA for Africa, o Rock Aid Armenia contou com fiscalização dos envolvidos sobre o destino da verba. E o projeto se manteve por vários anos. Abaixo, temos o vídeo promocional oficial para o remix de 2010 feito por Wermut & Dee da faixa. A canção foi lançada em todo o mundo e com sucesso arrecadou fundos para reconstruir uma escola de música para crianças em Gyumri na zona do terremoto armênio, que em visita ao local, Gillan e Iommi constataram que ainda não tinha sido reconstruído depois de 21 anos. Hoje, a nova escola ensina música a 220 crianças por ano.