em ,

HQ Digital: Ryot IRAS

O entrevistado desta semana é o quadrinista, animador e cineasta Ricardo Tokumoto, criador do site Ryot IRAS.

Ricardo

Nome: Ricardo Yoshio Okama Tokumoto
Nascido em: 14/01/1986

HQD: Porque quadrinhos?
RYOT: Pois é uma linguagem praticamente infinita e ao mesmo tempo muito simples para ser executada se for comparada com a produção de um filme por exemplo. Sempre gostei muito de ler, escrever, criar, desenhar. Sempre gostei muito de filmes, músicas e desenhos animados. Acho que os quadrinhos podem suprir muito bem a junção de todas essas coisas.

HQD: O que o incentivou a criar o site? Apenas a divulgação do trabalho?
RYOT: Não foi exatamente divulgação do trabalho mais sim de algumas idéias que eu tinha. Na minha adolescência eu era muito engajado, fazia fanzines, escrevia textos de protesto, era meio Punk da vida. Quando percebi que as críticas e as mensagens que eu tentava passar funcionavam muito melhor quando transmitidas por quadrinhos agregadas à um certo tipo de humor eu comecei a me empenhar mais nisso. Assim eu comecei a fazer tiras e publicá-las em algumas mídias impressas. Porém eu queria mais liberdade de temas e formatos, coisa que eu só poderia ter no site. O site nasceu então de uma vontade de expressar idéias somada a uma vontade de experimentar sem restrições em um local onde qualquer um poderia acessar.

HQD: Qual o seu ritmo de criação?
RYOT: Tento criar um tira por dia.

Ryotiras

HQD: Como costuma trabalhar? Escreve algo antes ou sai desenhando e criando os textos a partir das imagens e vice-versa?
RYOT: Geralmente a idéia vem e eu anoto em algum canto uma palavra-chave pra idéia. Quando há muito diálogo eu costumo escrever antes de desenhar. Quando o diálogo é secundário eu faço após os desenhos mesmo. Depende muito da tira.

HQD: Qual o material de trabalho predileto? O que prefere usar para desenhar?
RYOT: Uso geralmente a mesa digitalizadora, onde posso fazer os desenhos direto no computador. Facilita principalmente na arte final do trabalho. Uso mais por causa da agilidade da  ferramenta. De qualquer modo eu gostaria muito de ter tempo para trabalhar somente com papel, lápis e aquarela. Além do mais eu não tenho scaner, então fica difícil transpor trabalhos tradicionais pra publicar no site.

HQD: No site você não possui personagens constantes, ou mesmo uma temática definida. Mas você já trabalhou desta forma? Possui histórias mais lineares?
RYOT: Já trabalhei e de vez em quando coloco alguma história linear com personagens. No início era mais constante, tinha várias sérias como “TV Querida”, “Os Desafortunados”, “Mundo Mundano”. De vez em quando eu gosto de trabalhar em seqüência e explorar mais os personagens. Hoje em dia tem uma história linear que de vez em quando aparece, que é de um personagem que se perdeu em um lugar onde não existe nada tudo por causa de um desvio no caminho da padaria.

Ryotiras2

HQD: Qual(is) o quadrinho que mais curte na web, e no formato impresso?
RYOT: Tem muitos. Vamos citar por categorias então. Dos quadrinhos gringos da web eu gosto de Buttersafe, Cyanide and Hapiness, PBF comics, Liniers, Kioskerman, Karlo, XKCD, Nedroid… dentre outros. Dos nacionais englobando aí tanto impresso quanto na web eu gosto do Laerte, Angeli, Adão Iturrusgarai, Fernando Gonsalez, Rafael Sica, Daniel Lafayette, André Dahmer, Arnaldo Branco, Fábio Zimbres… é muita gente boa… eu sempre esqueço de alguém…

HQD: Possui alguma profissão além de quadrinista/roteirista?
RYOT: Bom, quadrinista/roteirista ainda não são minha profissão infelizmente. Trabalho com ilustração e animação para ensino a distância.

HQD: Fora criar tirinhas e ilustrações, o que curte fazer nas horas vagas?
RYOT: Gosto muito de cinema, literatura e música. Sempre estou tocando em alguma banda ou em algum grupo musical. Gosto de arte em geral, então sempre que dá eu vou ver alguma peça ou visitar alguma galeria também.

HQD: Possui outro site ou link, seu ou não, que nos recomendaria?
RYOT: Bom, tem meu deviantart (ryotokumoto.deviantart.com/), meu carbonmade (http://ryot.carbonmade.com/), meu tumblr (ryotical.tumblr.com/), meu twitter (twitter.com/ryot) e meu formspring. Ufa! Indico também o site Drawn (drawn.ca/) que tem ótimas referências de desenho e é atualizado constantemente.

HQD: Possui ou possuía alguma meta para seus quadrinhos? Ainda tem planos para novas criações, seja em HQs, ou em outras mídias?
RYOT: Sim, gostaria de um dia poder publicar todas as tiras do site em um livro. Tenho vários projetos em HQs maiores. Como faço faculdade de cinema de animação, estou produzindo alguns curtas e tenho muitos outros à caminho.

Ryotiras3

HQD: Você se vê trabalhando no estrangeiro, desenhando ou escrevendo outros títulos?
RYOT: Eu gostaria muito de trabalhar fora pra pegar experiência. Acho que dá pra aprender muito.

HQD: Alguns criadores querem apenas entreter, outros pretendem deixar alguma mensagem, ou abrir a mente das pessoas para outros pontos de vista. Como você se vê?
RYOT: Eu me vejo justamente entre essas duas coisas. Bom, não que eu consiga, mas é o meu objetivo. Se um dia eu conseguir fazer essas duas coisas ao mesmo tempo ia ser ótimo.

Deixe uma resposta

Enquanto isso, em Asgard

Brett Matthews ataca com tudo em Besouro Verde