em ,

Freddie Mercury 70 anos: Dez momentos marcantes do vocalista do Queen

Se vivo estivesse, Freddie Mercury teria completado 70 anos na ultima segunda feira. Nascido em Zanzibar a 5 de setembro de 1946, Farrokh Bulsara tornou-se o maior frontman da história do rock à frente do Queen. Além do carisma insofismável, Freddie tinha a capacidade de reger as plateias de suas apresentações, o que fazia dos shows do Queen uma perfeita comunhão palco-plateia. Para lembrar o vocalista, que nos deixou há 25 anos, vítima do HIV, vamos listar aqui dez grandes momentos em vídeo que o imortalizaram.

Love of My Life ao vivo em 1985

https://www.youtube.com/watch?v=g3JlqiNNVpg

Como não sentir arrepios ao ouvir a versão ao vivo de ‘Love Of My Life’ entoada por 250 mil pessoas na cidade do Rock no primeiro (para muitos o único) Rock In Rio? Detalhe que a música não era um grande sucesso, mas depois da apresentação ao vivo no Rio de Janeiro em 1985, passou a ser executada à exaustão no Brasil e no exterior.

Bohemian Rhapisody

Ninguém acreditava que ‘Bohemian Rhapisody’ pudesse ser executada nas rádios, não só por exceder os 3, 4 minutos aceitos para o rádio, mas por sua estrutura de opereta. Até que a música foi executada na rádio inglesa sem cortes. A opereta de mais de seis minutos virou um hit.

Somebody to Love

‘Somebody to Love’ é um bom exemplo de que além de Freddie ser um grande cantor, os outros integrantes também eram bem afinados.

Will Rock You

‘Will Rock You’ é uma canção poderosa, tanto que se tornou hino em competições esportivas, assim como ‘We Are The Champions’. Mas se não fosse a interpretação de Freddie, talvez a história teria sido outra.

I Want To Break Free

‘I Want To Break Free’ é uma ótima composição, mas sua popularidade foi impulsionada pelo clipe impagável, em que Freddie e seus companheiros aparecem vestidos de mulher.Ao contrário do que muitos pensam, a música não é sobre Freddie falando sobre sair do armário. A letra é dp baixista John Deacon.

A entrevista na Globo

Não podíamos nos esquecer da entrevista à Glória Maria na época do Rock In Rio de 1985.

I Was Born To Love You

Em 1985 Freddie Mercury apresentou seu projeto solo, o álbum “Mr Bad Guy”. A música ‘I Was Born To Love You’ foi um hit imediato naquele ano.

How Can I Go On

Ao lado da soprano Montserrat Caballé, mostrou o que todo mundo já sabia: que era um ótimo tenor.

Tavaszi szél vizet áraszt (Hungarian song)

E não é que em um show na Hungria, em 1986, ele entoou uma canção tradicional do país na língua local? Mas assumiu que não era fácil. “Agora vem a parte difícil”, disse.

These Are The Days

Esse é o canto do cisne. Magro e com a aparência bastante debilitada, Freddie Mercury apareceu pela última vez nesse clipe levantando as suspeitas que seriam confirmadas alguns meses depois. O vocalista era HIV positivo, sentença de morte naquele início da década de 90, e viria a falecer. Isso deu ao clipe de ‘These Are The Days’ uma especial conotação de despedida.

Leia também:

Queen+Adam…Quem?

Queen Ao Vivo Em Budapeste é um registro de quando os gigantes caminhavam sobre a Terra

Deixe uma resposta

Publicado por Cesar Monteiro

Cesar Monteiro

Um viciado em cultura pop que adora compartilhar seu vício com o maior número de pessoas possível

Star Trek: Há 50 anos indo aonde ninguém jamais esteve

“O Homem nas Trevas” surpreende com clima claustrofóbico e sufocante