Há exatos 20 anos, o Brasil perdia Francisco de Assis França Caldas Brandão, o Chico Science. Indubitavelmente um dos maiores gênios da música brasileira, ele e sua Nação Zumbi divulgaram para o restante do país o movimento mangue beat. Tratava-se de uma vertente da cena musical pernambucana que mescla ritmos locais, como o maracatu, com o hip hop e a música eletrônica.

O auge da propagação dessa pândega sonora ocorreu em meados dos anos 90. O álbum Afrociberdelia, segundo disco de Chico com a Nação, foi aclamado como o melhor disco nacional de 1996 e trazia a versão de ‘Maracatu Atômico’ (composta por Jorge Mautner e Nelson Jacobina, em 1972), além de músicas como ‘Manguetown’ e ‘Macô’ (com participação nos vocais de Marcelo D2 e Gilberto Gil).

A comoção gerada pela trágica morte de Chico Science (que morreu em um acidente de carro indo de Recife a Olinda, em 2 de fevereiro de 1997) se deve não somente pela lacuna deixada no panteão da música brasileira, mas por ter se dado no momento em que o artista estava em seu auge criativo. Hoje, passadas duas décadas de sua partida, seu legado continua mais relevante do que nunca e lembraremos aqui alguns dos grandes momentos de sua carreira.

A Cidade foi o single que chamou a atenção da mídia para o trabalho de Chico Science e A Nação Zumbi. A banda vinha de uma vitoriosa turnê pelo sul e sudeste, e o álbum “Da Lama ao Caos” os projetou nacionalmente

No primeiro VMB, prêmio da extinta MTV Brasil para os melhores clipes nacionais, Chico Sciense apresentou ‘Macô’, sua parceria com Gilberto Gil, com participação do próprio.

O ‘Maracatu Atômico’ é uma composição de Jorge Mautner e Nelson Jacobina lançada em 1974 e regravada por Gilberto Gil no mesmo ano. 22 anos depois essa recriação de Chico Science com tanta personalidade própria que as novas gerações acham que foi composta pelo mangue boy.

‘A Praieira’ na primeira apresentação da banda no Circo Voador, no Rio de Janeiro

Entrevista com Marília Gabriela

O show do Hollywood Rock foi considerado um dos melhores do festival. Naquela terceira noite se apresentariam Cidade Negra, Steel Pulse, Aswad e Gilberto Gil