Criado em 2014 no Rio de Janeiro, o Núcleo de Dramaturgia SESI Cultural, em sua terceira edição, realiza pela primeira vez um evento exclusivamente voltado à escrita dramatúrgica. Com curadoria de Diogo Liberano, coordenador do Núcleo de Dramaturgia desde 2017, a Primeira Semana do Núcleo de Dramaturgia SESI Cultural acontecerá de 08 a 13 de dezembro no Oi Futuro Flamengo com programação gratuita e inédita, que inclui oficina de dramaturgia, encontros com convidados, leituras dramatizadas, cenas, performances, além um stand da Editora Cobogó com edições para venda da sua Coleção Dramaturgia, que já conta com mais de 40 títulos de dramaturgias contemporâneas brasileiras e estrangeiras.

A abertura do evento fica por conta do coletivo artístico cinza, de São Paulo, composto pelos dramaturgos Gustavo Colombini e João Dias Turchi, que fará 05 sessões de  “MÁQUINA_HIPERTEXTO”: uma máquina em que duas pessoas conhecidas ou não, sentadas uma de costas para a outra, conversam entre si através de mensagens escritas em computadores e projetadas na parede, num diálogo ao mesmo tempo presente e à distância. Uma troca de mensagens que pode ser acompanhada pelo público passante, que acaba esboçando suas reações. Também de São Paulo, o dramaturgo André Felipe traz a sua oficina “Perdendo tempo: a representação do tempo no texto teatral” que acontecerá nos dias 08, 09 e 10, oferecida para 20 integrantes. As inscrições serão realizadas através do envio de currículo e carta de intenção para o email [email protected].

No segundo dia, a colaboradora do Núcleo carioca, a dramaturga e jornalista Marici Salomão, coordenadora do Núcleo de Dramaturgia SESI-British Council de São Paulo, abre o ciclo de conversas da Primeira Semana, discutindo questões acerca da formação em dramaturgia, dividindo a mesa com Diogo Liberano e também com o ator, diretor e dramaturgo Marcio Abreu.

Além desta conversa, outras duas estão agendadas: uma sobre questões relativas à publicação de dramaturgias (com a presença de Isabel Diegues da Editora Cobogó e do dramaturgo Pedro Kosovski) e outra sobre direitos autorais de autoras e autores de teatro (com a presença da advogada de direitos autorais Julia São Paulo e da dramaturga Daniela Pereira de Carvalho).

Os 14 autores que compõem a turma 2017 do Núcleo, participarão da Primeira Semana por meio de criações inéditas que foram desenvolvidas a partir de dramaturgias escritas por eles durante o ano. Tais criações se dividem em 01 leitura, 02 cenas e 05 performances. O coletivo artístico Miúda apresenta a leitura da dramaturgia “Comida” de Rosane Bardanachvili; a diretora Denise Stutz apresenta uma encenação inédita de “Passei na sua casa pra ver suas pinturas”, dramaturgia escrita por Olga Almeida; enquanto o diretor Ricardo Cabral encena “O canto do bem-te-vi” escrito por Antonio de Medeiros.

Seria dramaturgia um texto escrito para ser representado apenas numa peça teatral? Buscando proporcionar discussões sobre a infindável potência da escrita dramatúrgica, 05 performers foram convidados para, a partir de textos escritos por autores da turma 2017, realizar ações no teatro do Oi Futuro Flamengo. Para Liberano, “dar a um performer um material literário (uma dramaturgia) e o convidar a performar esse texto é investigar, com e a partir do próprio texto, como uma dramaturgia pode estimular outras criações que não apenas a de uma peça teatral”.

Serão cinco dias intensos de programação – gratuita – abrindo questões contemporâneas e urgentes no que diz respeito à dramaturgia. A programação se concentra essencialmente no bistrô e no teatro do Oi Futuro Flamengo, onde também estará disponível – durante todos os dias de atividades – um stand da Editora Cobogó com edições para venda da sua Coleção Dramaturgia, que já conta com mais de 40 títulos de dramaturgias contemporâneas brasileiras e estrangeiras.

O evento marca também o lançamento do site-diário dramaturgia em núcleo, uma plataforma, escrita pelo próprio Liberano, que foi concebida como um espaço para compartilhamento de anotações, inquietações e reflexões nascidas durante os encontros do Núcleo de Dramaturgia, pelo período de dez meses (março a dezembro). É possível ter acesso, por exemplo, a relatórios de atividades realizadas entre a turma 2017 composta por 14 autores e autoras em formação e artistas convidados como o diretor Rodrigo Portella, a atriz e dramaturga Keli Freitas, o dramaturgo Pedro Kosovski, o ator e diretor Viniciús Arneiro e a atriz e performer Flávia Naves. Na aba “Exercícios” está disponível, na íntegra, cartas escritas e assinadas por Enrique Diaz, Susana Ribeiro, Marcio Abreu, Ana Kfouri, Daniel Herz, Denise Stutz e por outros nomes da cena brasileira diretamente para os alunos.

A programação completa também está no site-diário: http://dramaturgiaemnucleo.com.br/semana.html.

SERVIÇO

Primeira Semana do Núcleo de Dramaturgia SESI Cultural

De 08 a 13 de dezembro de 2017 no Rio de Janeiro

Curadoria e Coordenação: Diogo Liberano

Programação gratuita e inédita no Oi Futuro Flamengo (Rua Dois de Dezembro, 63, Flamengo) e Oficina de Dramaturgia no SENAI Laranjeiras\Sala Le Prince (Rua Esteves Júnior, 47, Laranjeiras)

Classificação indicativa: não recomendado para menores de 14 anos.

Programação Completa

Sexta-feira, 08 de dezembro

10h às 13h

Oficina de Dramaturgia “Perdendo tempo: a representação do tempo no texto teatral”  com o dramaturgo André Felipe;

Na Sala Le Prince\SESI Laranjeiras.

14h às 17h

“MÁQUINA_HIPERTEXTO” com o coletivo cinza;

No Bistrô do Oi Futuro Flamengo.

Sábado, 09 de dezembro

10h às 13h

Oficina de Dramaturgia “Perdendo tempo: a representação do tempo no texto teatral”  com o dramaturgo André Felipe;

Na Sala Le Prince\SESI Laranjeiras.

14h às 17h

MÁQUINA_HIPERTEXTO com o coletivo cinza;

No Bistrô do Oi Futuro Flamengo.

14h às 16h

“Conversa sobre formação em dramaturgia” com Diogo Liberano (coordenador do Núcleo de Dramaturgia SESI Cultural), Marici Salomão (coordenadora do Núcleo de Dramaturgia SESI-British Council de São Paulo), Marcio Abreu (ator, diretor e dramaturgo) e Diego Dias (autor integrante da terceira turma do Núcleo carioca);

No Teatro do Oi Futuro Flamengo.

Domingo, 10 de dezembro

10h às 13h

Oficina de Dramaturgia “Perdendo tempo: a representação do tempo no texto teatral”  com o dramaturgo André Felipe;

Na Sala Le Prince\SESI Laranjeiras.

14h às 17h

“MÁQUINA_HIPERTEXTO” com o coletivo cinza;

No Bistrô do Oi Futuro Flamengo.

14h às 16h

Performances:

Flávia Naves a partir de “Órbita” de Luiza Goulart;

Ítala Isis a partir de “Eu sou Brasília” de Daniel Chagas;

Lúx Négre a partir de “subjuntivo” de Livs Ataíde;

No Teatro do Oi Futuro Flamengo.

* Durante o dia, haverá vendas de publicações da Coleção Dramaturgia da Editora Cobogó no Oi Futuro Flamengo.

Terça-feira, 12 de dezembro

14h às 17h

“MÁQUINA_HIPERTEXTO” com o coletivo cinza;

No Bistrô do Oi Futuro Flamengo.

14h às 16h

Performances:

Gunnar Borges a partir de “Purgação” de Jean Pessoa;

Natássia Vello a partir de “Corpo texto, poesia” de Matheus de Cerqueira;

No Teatro do Oi Futuro Flamengo.

16h às 18h

Encenação:

Ricardo Cabral dirige Adassa Martins, Rafaela Azevedo e Rafael Ribeiro em “O canto do bem-te-vi” de Antonio de Medeiros. Assistência de direção: Anna Clara Carvalho.

No Teatro do Oi Futuro Flamengo.

18h às 20h

“Conversa sobre publicação de dramaturgias” com Diogo Liberano (coordenador do Núcleo de Dramaturgia SESI Cultural), Isabel Diegues (editora da Editora Cobogó), Pedro Kosovski (dramaturgo) e Cecilia Ripoll (autora integrante da terceira turma do Núcleo carioca);

No Teatro do Oi Futuro Flamengo.

* Durante o dia, haverá vendas de publicações da Coleção Dramaturgia da Editora Cobogó no Oi Futuro Flamengo.

Quarta-feira, 13 de dezembro

14h às 17h

“MÁQUINA_HIPERTEXTO” com o coletivo cinza;

No Bistrô do Oi Futuro Flamengo.

14h às 15h

Leitura:
Miúda lê a dramaturgia “Comida” de Rosane Bardanachvili;
No Teatro do Oi Futuro Flamengo.

16h às 18h
Encenação: Denise Stutz dirige Carol Cony, Fábio Osório e Guilherme Stutz em “Passei na sua casa pra ver suas pinturas” de Olga Almeida;
No Teatro do Oi Futuro Flamenfo.

18h às 20h
“Conversa sobre direitos autorais em dramaturgia” com Diogo Liberano (coordenador do Núcleo de Dramaturgia SESI Cultural), Julia São Paulo (advogada de direitos autorais), Daniela Pereira de Carvalho (dramaturga) e Francisco Ohana (autor integrante da terceira turma do Núcleo carioca);
No Teatro do Oi Futuro Flamengo.
* Durante o dia, haverá vendas de publicações da Coleção Dramaturgia da Editora Cobogó no Oi Futuro Flamengo.