Faleceu hoje (20 de agosto) Jerry Lewis, o Rei da Comédia. Ator, cantor e diretor morreu aos 91 anos de causas naturais na sua casa em Las Vegas. Lewis estrelou mais de 50 filmes e se tornou a principal referência da comédia americana, influenciando gerações de atores e diretores do gênero. Sua importância é tamanha que há duas estrelas na calçada da fama dedicadas a ele. Uma por seu legado no cinema e outra por seu trabalho na TV.

Um de seus filmes mais famosos, “O Professor Aloprado”, ganhou remake nos anos 90 estrelado por “Eddie Murphy”, que também foi um sucesso.

A última aparição de Lewis foi como pai do personagem de Nicolas Cage no filme “A Sacada”. A penúltima foi no filme brasileiro Até Que a Sorte nos Separe 2, em que fez uma ponta como um funcionário do hotel-cassino onde o personagem de Leandro Hassum e sua família vão se hospedar em Las Vegas. O papel foi uma clara referência ao filme estrelado por Lewis em 1960, “O Mensageiro Trapalhão” (The Bellboy). 

Lewis também era um filantropo. Recebeu em 2009 um da Academia o Prêmio Humanitário Jean Hersholt, que premia personalidades por suas contribuições humanitárias.