em

DC anuncia novo artista de Batman and Robin

[este artigo contém spoilers]

frazer-irving-watergenie

Batman and Robin é, atualmente, o título mensal de maior sucesso na DC Comics, obtendo resultados de vendas excelentes a cada mês que passa. No que fiz respeito à parte de arte da revista, o roteirista Grant Morrison já contou que os desenhistas terão uma rotatividade a cada arco que se fecha, e que cada arco dura exatas 3 edições. Portanto, já há confirmados:

  • Edições #1 a #3 (já lançadas) – Frank Quitely
  • Edições #4 a #6 – Philip Tan
  • Edições #7 a #9 – Cameron Stewart

E agora, para as edições #10 a #12, a editora confirmou Frazer Irving, artista inglês que também tem um estilo muito peculiar e que já trabalhou com Morrison em Sete Soldados da Vitória. As histórias dessas edições ainda estão em sigilo absoluto. Irving comentou que está muito feliz por ter sido mais um dos grandes escolhidos para esta revista, e não vê a hora de se iniciar seus trabalhos nela.

5 comentaram

Deixe sua opinião!
  1. Por que, raios, não davam o mesmo tratamento ao Batman de verdade/Bruce Wayne? Só tinha artistas de segunda linha desenhando o morcegão, sei que se não incluirem no pacote artistas bem acima da média não iriam chamar a atenção de ninguém, mas o BATMAN merece um tratamento mais respeitoso em suas revistas mensais também, não dá para ter que esperar outra graphic novel para apreciar trabalhos de qualidade com nosso herói predileto!

  2. Sinceramente , vi algumas revistas dessa nova fase ,e não achei tão impressionante .Grant Morrison já teve melhores dias como escritor ,e quanto aos desenhistas ,concordo com o colega , poderiam ter dado o mesmo tratamento ao Batman original que surtiria o mesmo efeito.A DC sofre mesmo é com a grande falta criatividade de seus roteiristas, não é preciso mudar o personagem , é trata-lo com mais competencia , basta lembrar o passado em que com o personafem original foram feitas excelentes historias sem mudar praticamente nada.

Deixe uma resposta

Publicado por Morcelli

Fã de quadrinhos, beberrão, interiorano, rockeiro e Morrisoniano. Não necessariamente nessa ordem.

Warner anuncia versão final de Watchmen

Festival do Rio: A Todo Volume (It Might Get Loud)