Sempre acho essa premiação, ao lado dos Indies, as mais divertidas no campo do RPG. O Leandro Fernandes publicou aqui no Ambrosia a lista completa de indicados que não irei repetir inteiramente. Como o amigo Shingo do Paragons, acho importante comentar a premiação, mesmo sem a intenção de acertar quem serão os vencedores. Até por que o Ennie possui voto popular, o que faz praticamente impossível de alguma coisa legal como o Mouse Guard vencer o D&D de novo. Enfim, tentarei dizer o que eu acredito que sejam os melhores entre os concorrentes:

Melhor Aventura
Howl of the Carrion King (Paizo Publishing)
King of the Trollhaunt Warrens (Wizards of the Coast)
Lands of Darkness #1: The Barrow Grounds (Expeditious Retreat Press)
Purge the Unclean (Fantasy Flight Games)
The Rose-Bride’s Plight (White Wolf Publishing)

Aqui eu fico um pouco de mãos atadas, não joguei nenhuma delas, mas resenhei “The Rose-Bride’s Plight” aqui no Ambrosia, e achei o SAS mais legal que já vi. Changeling: the Lost, grande vencedor do Ennie passado, merecia arrebatar a estatueta nessa categoria por esta brilhante “aventura”.

Melhor Acessório de Jogo
D&D Insider (Wizards of the Coast)
Dwarven Sweatshoppe Dice Tray (Dwarven Sweatshoppe)
Hunter Horror Recognition Guide (White Wolf Publishing)
Kobold Quarterly (Open Design)
Mutants and Masterminds Deluxe GM Screen (Green Ronin Publishing)

Hunter Horror Recognition Guide foi um dos melhores livros do ano para mim, belíssimamente escrito sem absolutamente nada de mecânicas, apenas ficções fantásticas que o ajudam a climatizar e dar boas idéias para suas crônicas. Para mim o prêmio vai aqui, mas sei que o D&D Insider irá vencer.

Melhor Arte de Capa
3:16 Carnage Amongst the Stars (BoxNinja)
CthulhuTech (Catalyst Game Labs)
Forgotten Realms Campaign Guide (Wizards of the Coast)
Howl of the Carrion King (Paizo Publishing)
Scion: Ragnarok (White Wolf Publishing)

Esta é bem fácil de julgar, basta olhar para todas e ver a arte que lhe parece mais interessante. Ainda que curta Scion e sua capa, assim como a do Pathfinder minha escolha fica com o Cthulhutech, que realmente é bem legal. Toddas elas estão na galeria no fim do artigo.

Melhor Jogo
CthulhuTech (Catalyst Game Labs)
Dungeons and Dragons 4E (Wizards of the Coast)
Dark Heresy (Fantasy Flight Games)
A Song of Ice and Fire (Green Ronin Publishing)
Starblazer Adventures (Cubicle 7 Entertainment)

Se dependesse de mim, votaria em A song of Ice and Fire por que curto muito o cenário de Westeros. Cthulhutech, como jogador conservador de CoC ainda me soa uma idéia meio idiota e sem sentido para se fazer com os densos mitos de Lovecraft (montar em um robô gigante e bater nos antigo??? heresia!). E sinceramente, acho D&D um jogo bem medíocre em geral, ainda que existam coisas muito legais nele  que eu ainda amo (por exemplo os cenários Ravenloft e Dragon Lance), nenhuma dessas se encontra neste livro.

Melhor Monstro/Adversário
Dungeons and Dragons 4E: Monster Manual (Wizards of the Coast)
Dark Heresy: Creatures Anathema (Fantasy Flight Games)
Freedom’s Most Wanted (Green Ronin Publishing)
Night Horrors: Grim Fears (White Wolf Publishing)
Witch Hunter: The Grand Tome of Adversaries (Paradigm Concepts)

Night Horrors: Grim Fears é simplemenste perfeito. Vinte e sete fantátiscos e ultra-detalhados  personagens que você pode colocar no centro de qualquer história de horror.

Melhor Produto Custo/Beneficio
Anima RPG (Fantasy Flight Games)
CthulhuTech (Catalyst Game Labs)
Dark Heresy RPG (Fantasy Flight Games)
Hellas: Worlds of Sun and Stone (Khepera Publishing)
Mouse Guard (Kunoichi/Archaia Studios Press)

Acredito que os mais interessantes da categoria sejam Dark Heresy e claro, Mouse Gaurd, que torço que vença.

Melhores Regras
Dungeons and Dragons 4E: Players Handbook (Wizards of the Coast)
Dark Heresy RPG (Fantasy Flight Games)
Hunter: The Vigil (White Wolf Publishing)
A Song of Ice and Fire (Green Ronin Publishing)
Starblazer Adventures (Cubicle 7 Entertainment)

Tenho três favoritos aqui: Hunter é o jogo que menos curti no WoD, mas preciso reconhecer que se existe algo legal sobre ele é a forma como ele traz novas regras legais para o sistema básico do Mundo das Trevas (expriência prática, táticas e outras inovações). Song of Ice and Fire da Green Ronin é uma outra excelente pedida, e o novo sistema ficou muito legal (eu já era fanzaço do que eles fizeram em “A Game of Thrones” com o d20) e Dark Heresy, pela simplicidade e funcionalidade. Não, não curto muito a quarta edição.

Melhor Cenário
The Dreadful Secrets of Candlewick Manor (Arc Dream Publishing)
Hot War (Contested Ground Studios)
Pathfinder: Campaign Setting (Paizo Publishing)
Slipstream (Pinnacle Entertainment Group)
Swashbucklers of the 7 Skies (Atomic Sock Monkey Press/Evil Hat Productions)

Sem dúvidas fico com o fantástico Hot War, cenário de horror na guerra fria, sucedendo o excelente Cold City. Hot War devia era ganhar melhor jogo, regras e todo o resto. :P

Melhor Suplemento
CthulhuTech: Vade Mecum (Catalyst Game Labs)
Dark Heresy: Disciples of the Dark Gods (Fantasy Flight Games)
Hunter: The Vigil (White Wolf Publishing)
Scion: Ragnarok (White Wolf Publishing)
Star Wars: The Clone Wars (Wizards of the Coast)

Entre os suplementos citados, acho que fico com Hunter e o Clone Wars. Gosto o suficiente de ambos. Mas confesso que nenhum deles é de grande relevância. Tinham livros melhores que poderiam ser indicados, como o don’t loose your mind.

Melhor Texto
Don’t Lose Your Mind (Evil Hat Productions)
The Extraordinary Adventures of Baron Munchausen (Magnum Opus Press)
Hot War (Contested Ground Studios)
Hunter Horror Recognition Guide (White Wolf Publishing)
Kobold Quarterly (Open Design)

Ainda que ame Hot War e Don’t loose your mind, fico sem dúvidas com o Horror Recognition Guide, há anos que não leio algo de RPG tão bem escrito (ok, não é muito rpg, mas está disputando).

Produto do Ano
Dungeons and Dragons 4E: Players Handbook (Wizards of the Coast)
Dark Heresy: Disciples of the Dark Gods (Fantasy Flight Games)
Don’t Lose Your Mind (Evil Hat Productions)
Hunter: The Vigil (White Wolf Publishing)
Mouse Guard (Kunoichi/Archaia Studios Press)
Scion: Ragnarok (White Wolf Publishing)
A Song of Ice and Fire (Green Ronin Publishing)
Star Wars: The Clone Wars (Wizards of the Coast)
Starblazer Adventures (Cubicle 7 Entertainment)
Swashbucklers of the 7 Skies (Atomic Sock Monkey Press/Evil Hat Productions)

Último prêmio, cheio de nomes legais. Pelo que eu vi até agora votaria mesmo em Mouse Guard, que no fim das contas conseguiu me encantar com seu cenário e sistema.

A premiação será divertida, acompanharei atentamente. Para mim uma ausência forte foi o esquecimento de excelentes suplementos menores da White Wolf. Como os novos livros de Clã não concorreram a melhor arte interna? Os livros são verdadeiras relíquias em termos de beleza.

Como pequeno bônus, eis as capas que disputam o prêmio de “Melhor Capa”:

  • Boa analise, eu gosto do ENnies pq ele é bem focado no RPG mas o problema é o voto ppopular que acaba favorecendo só quem vende mais ao invés dos melhores jogos :(