Baseada em eventos reais, a série “Glow” (acrônimo de Gorgeous Ladies of Wrestling), é uma nova empreitada da Netflix, com uma temporada de 10 episódios, cada um de um pouco mais de 30 minutos. Os fatos que servem de inspiração são os bastidores do programa homônimo, criado por David McLane de 1986.

A história mostra a criação de um programa televisivo de luta livre feminina. Acompanhamos as histórias de 12 mulheres e seus produtores. Allison Brie (de Mad Men e Community) é Ruth, uma atriz que quer ser reconhecida como tal, mas que precisa encontrar um emprego e descobre um teste para esse show. Passa por diversas agruras para conseguir o papel e manter seu lugar na atração. Debbie (Betty Gilpin) é a ex-melhor amiga, que se torna rival, e entra relutantemente no programa, devido à insistência dos produtores, por ser a única de rosto conhecido do púbico. O diretor de Glow, Sam Sylvia (Marc Maron), é um cineasta autor de filmes-cabeça obscuros, que tenta apenas sobreviver e arrancar dinheiro do produtor, um filho de família rica entusiasta de luta livre.

A série tenta sempre se esgueirar entre o drama e a comédia, mostrando as relações das mulheres entre si e seus dramas pessoais. Algumas estão lá como figurantes mesmo, e outras acabam tendo certa relevância na trama. As partes mais interessantes são as criações das personagens para luta livre, trabalhando com os estereótipos que funcionam e ainda dialogam com os dias de hoje, assim como as cenas em que elas ensaiam os golpes dos combates. Apesar de em nenhum momento ser mencionado que é tudo fingimento, é mostrado que as lutas eram decididas pelos roteiros das histórias nas quais os combates se realizavam.

Como uma trama sobre bastidores, “Glow” é interessante ao mostrar as dificuldades enfrentadas para pôr o programa no ar, e as maneiras pelas quais as atrizes tentam levantar dinheiro para esse propósito. O ponto fraco da série é o pouco desenvolvimento do arco de algumas lutadoras que parecem ter algo a mais para ser explorado. Isso ocorre provavelmente devido ao pouco tempo de duração dos episódios, ou talvez fique para uma segunda temporada. Por fim, “Glow” é uma série divertida, leve, e fácil de maratonar. Uma boa pedida para um final de semana debaixo da coberta.

Série: Glow (Idem)
Criação: Liz Flahive, Carly Mesch
Elenco: Allison Brie, Marc Maron, Betty Gilpin
Gênero: Drama/Comédia
País: EUA
Data de lançamento: 23 de junho de 2017
Emissora: Netflix
Duração: 35 min