em , ,

Novo e polêmico filme de Paul Verhoeven terá exibição no Festival do Rio

Longa do diretor holandês mostra a história de uma freira lésbica no período da Contrarreforma

O aguardado Benedetta, novo filme do holandês Paul Verhoeven,(Robocop, Instinto Selvagem e Tropas Estelares) será exibido no Festival do Rio 2021. O longa, sobre a freira católica mística e lésbica Benedetta Carlini, que viveu na Itália da Contrarreforma, causou furor e polêmicas em sua passagem pelo festival de Cannes, e desponta como um dos favoritos em diversas categorias no prêmio César, o mais importante francês, especialmente na categoria atriz, para Virginie Efira.

“Benedetta” chega ao Festival do Rio logo depois de uma bem-sucedida passagem por São Paulo, onde foi exibido no 29o Festival MixBrasil, do qual saiu com prêmio de público para melhor filme estrangeiro.

Com roteiro assinado por Verhoeven e David Birke, o filme é uma adaptação de “Immodest Acts: The Life of a Lesbian Nun in Renaissance Italy”, da historiadora inglesa Judith C. Brown. Além de Efira, o elenco ainda traz Charlotte Rampling (Duna), como a Madre Superiora; Daphne Patakia, como Bartlomea, colega de quarto com quem a protagonista acaba se envolvendo; e Lambert Wilson (o Merovíngio de Matrix), como um representante do Vaticano.

O longa será exibido dia 11 (sábado), às 18h45, no Reserva Cultural Niterói 3, no dia 14 (terça-feira), às 21h45, no Estação NET Botafogo 1 e no dia 18 (sábado), às 16h, no Estação NET Gávea 5.

“Benedetta” chega ao circuito nacional com distribuição da Imovision em 13 de janeiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *