Ambrosia Agenda O Cego e o Louco – Lunática Companhia de Teatro encena pela primeira...

O Cego e o Louco – Lunática Companhia de Teatro encena pela primeira vez um texto brasileiro

Quarto espetáculo da Lunática Companhia de Teatro, a comédia dramática “O Cego e o Louco” representa a primeira incursão do grupo por um texto brasileiro. Na bagagem, os elogiados “O princípio de Arquimedes” (2017), “Esse vazio” (2016) e “Matador” (2012), o primeiro, escrito originalmente em catalão e os outros dois em espanhol. A despeito da mudança da língua-mãe, há um fio de interesse que amarra todos os trabalhos: a presença de autores contemporâneos perspicazes no exercício de refletir as questões do mundo onde vivemos.  Exemplar dessa busca, o espetáculo estreia dia 04 na Sala Multiuso do Sesc Copacabana, com sessões de sexta-feira a domingo, às 18h. Fica em cartaz até o dia 27 de janeiro.
Parceria entre a Territórios Produções e a Cineteatro Produções, “O Cego e o Louco” acolhe a dramaturgia da escritora Claudia Barral, nascida na Bahia e radicada em São Paulo. Embora tenha sido criado em 2000, o texto permanece inédito no Rio e se destaca pela construção precisa dos personagens, dois irmãos que moram juntos e dividem há anos o mesmo cotidiano solitário.
Nestor é um pintor cego de personalidade forte. Apesar da deficiência, ele é um homem vigoroso e domina o frágil e taciturno Lázaro, o caçula. Entre eles se estabelece uma dinâmica eventualmente perversa, em que o cuidado fraterno cede lugar ao rancor desenfreado. A relação é testada com a possibilidade da chegada de uma vizinha, a quem convidam para tomar chá. A montagem se concentra nessa noite de espera, quando os traumas do passado vêm à tona, embalados por delírios, sonhos e culpas.
“Apesar de ter apenas 16 páginas, a peça é extremamente rica e aborda a fronteira entre a loucura e a arte, uma questão que me instiga há muito tempo”, reforça o ator e produtor Daniel Dias da Silva, que interpreta Lázaro. Ele recorda que o tema já estava presente no diálogo travado entre touro e toureiro em “Matador”, primeira montagem da Lunática. A pergunta implícita lá – qual o limite da arte? – ganha ressonância agora, a partir de um recorte simples, sustentado na conversa de duas almas doídas.
“Me chama a atenção como a peça fala de coisas profundas sobre a vida, sobre o desejo de romper as barreiras da rotina. Ao mesmo tempo traz reviravoltas instigantes que aprofundam a questão”, salienta Daniel, sem entrar em detalhes sobre os mistérios contidos naquela rotina aparentemente ordinária. A sintonia com a obra é tanta, que Daniel pretende adaptar o texto para futuramente encená-lo na Argentina, reforçando o laço com a língua espanhola.
O ator Alexandre Lino interpreta Nestor, trazendo com isso uma experiência de cena que remonta a outros trabalhos no teatro. Lino já viveu um deficiente visual em outro espetáculo (“Asilo Paraíso”) e, recentemente, dirigiu o elogiado “Volúpia da cegueira”, que contava com atores cegos no elenco.

Ficha técnica

Texto: Claudia Barral
Direção: Gustavo Wabner
Elenco: Alexandre Lino e Daniel Dias da Silva
Figurino: Victor Guedes
Cenografia: Sergio Marimba
Iluminação: Mantovaniluz
Operação de Som e Luz: Nina Balbi
Direção de Movimento: Sueli Guerra
Direção musical: Tibor Fittel
Direção de palco: Renato Rodolfo
Estagiária de Direção: Juliana Thiré de Negreiros
Design Gráfico: Gamba Jr.
Fotos e imagens: zero8onze Photo Cine (Aguinaldo Flor / Fernando Cunha Jr.
Gravação Trilha: Musimundi (Klauber Fabre)
Locução do rádio: Germana Guilherme
Produção Executiva: Letícia Reis
Direção de Produção: Daniel Dias da Silva
Co-Produção: Cineteatro Produções
Realização: Territórios Produções Artísticas e Lunática Companhia de Teatro
Assessoria de Imprensa: Lu Nabuco Assessoria em Comunicação

Serviço

“O Cego e o Louco”
Datas: 04 a 27 de janeiro de 2019
Horário: Sexta a domingo, às 18h
Local: Sala Multiuso do Sesc Copacabana
Endereço: Rua Domingos Ferreira, 160, Copacabana, Rio de Janeiro – RJ
Ingressos: R$ 7,50 (associado do Sesc), R$ 15 (meia), R$ 30 (inteira)
Informações: (21) 2547-0156
Bilheteria – Horário de funcionamento:
Segundas – de 9h às 16h;
Terça a Sexta – de 9h às 21h;
Sábados – de 13h às 21h;
Domingos – de 13h às 20h.
Classificação indicativa: 12 anos
Duração: 60min
Lotação: 50 lugares
Gênero: Comédia Dramática

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Novidades

O legado de The Big Bang Theory

Depois de 12 anos e 279 episódios, a série The Big Bang Theory se despediu. Isso equivale a quase 140 horas de comédia e...

Marcos Valle faz uma dançante e bem-humorada crítica política em “Olha Quem Está Chegando”

Um alerta bem-humorado sobre uma série de malandros vindo para roubar, ora em quadrilha, ora em família está nos versos de “Olha Quem Está...

Cantor francês Vaslo apresenta canção intimista em frente à lendária livraria Shakespeare and Company

A música de Vaslo é delicada, surgindo em meio ao silêncio e à respiração com cordas sutis e uma voz marcante. Isso fica claro...

Dois Barcos e Ventilador de Teto tocam juntas em São Paulo

Uma noite muito especial de aniversário. As bandas Dois Barcos (SP) e Ventilador de Teto (RJ) decidiram comemorar juntas o primeiro ano dos seus...