em ,

Ombela – A origem das chuvas, baseado na obra de Ondjaki, estreia no Oi Futuro

Nascido da fábula contada no livro infantil homônimo do autor angolano Ondjaki, Ombela – A Origem das Chuvas conta a história de uma deusa menina, africana, a deusa das chuvas, que começa a questionar a origem de suas lágrimas. Seu pai lhe explica que todas as emoções fazem parte da evolução, até mesmo dos deuses. O que ela não sabe é que suas lágrimas dão origem aos nossos mares e rios e, a partir dessa informação, as perguntas começam a desenvolver uma trama sensível e inusitada. Curiosa e inquieta Ombela decide partir do Orum até o Ayé, Céu e Terra em yoruba, no futuro, em outro tempo. Em sua viagem encontra divindades africanas que trazem muitos ensinamentos. Junto com a sua inseparável amiga rã, ela descobre a importância da chuva e das suas emoções, e divide com seu pai e com o público tudo o que aprendeu em sua jornada.

Ombela – A Origem das Chuvas estreia dia 31 de agosto, às 16h, no Centro Cultural Oi Futuro, no Flamengo. Com direção de Arlindo Lopes, a adaptação para o musical é assinada por Mariana Jaspe e Ricardo Gomes, que, junto à linguagem circense da lira e roda cyr desenvolvida pela acrobata Deborah Motta, mistura a história com o espaço cênico criado por Teca Fichinski a partir de tecidos, plásticos e papéis reciclados norteados pela temática de preservação do meio ambiente.

Ao lado dos bonecos criados por Bruno Dante, seis atrizes e atores contam, através de canções inéditas, a história dessa pequena deusa que na mitologia tem o nome da chuva em Umbundu.  “Assim como fiz com a história cultural da Índia, no espetáculo As Aventuras do Menino Iogue, estou trazendo para o palco, através de bonecos, imagens oníricas, instrumentos e máscaras de papel machê das tribos Senufo, Baoule, Fang, Kwele e BaKongo (assinados pela artista plástica Carol W) um pouco da cultura africana, que é tão presente na nossa”, explica o diretor.

A trilha sonora e direção musical são assinadas por Maria Clara Valle e Jonas Hocherman Correa. Fruto de uma imersão na música brasileira, com o olhar voltado para a sua herança africana, o musical infantil celebra a união dessas duas culturas, que tanto se irmanam. A partir desse diálogo intercultural, o tambor foi colocado como o centro de todas as composições, que se inspiram em seus toques. Dividindo o palco com os atores Barbara Sut, Bukassa Kabengele, Mariana Sancar, Marília Lopes, Renata Vilela e Orlando Caldeira, o musical apresenta o violão de sete cordas de Samara Líbano, as flautas, percussões e voz de PC Castilho e os tambores e voz de Mayombe Masai. Para traduzir e sonorizar essa jornada pelo Aye são utilizados instrumentos não convencionais como concha, bacia de água, garrafas e chocalhos construídos especialmente para a peça. As letras das canções foram escritas por Ondjaki, autor do livro, além de receberem a preciosa contribuição das atrizes e musicistas Marília Lopes, Mariana Sancar e do ator e músico Bukassa Kabengele.

A colaboração artística e preparação vocal da atriz e cantora Soraya Ravenle se fundem em harmonia com a direção de movimento e coreografias construídas por Gleide Cambria, especialista em danças de matriz africana e danças afro-brasileiras. Os figurinos de Tereza Nabuco, desenhados com o conceito da África e tecidos originalmente do continente são realçados pela poesia da luz de Paulo César Medeiros que completa esse espetáculo.

Ombela – A Origem das Chuvas é um espetáculo lúdico que mistura teatro e música e promete encantar crianças e adultos. Ombela tem patrocínio da Oi Futuro através do Governo do Estado do Rio de Janeiro, Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa e Lei Estadual de Incentivo à Cultura, com apoio cultural do Oi Futuro. A primeira temporada do espetáculo será realizada de 31 de agosto a 20 de outubro de 2019, no teatro do Centro Cultural Oi Futuro (Flamengo). Será um total de 16 apresentações, que acontecem sempre aos sábados e domingos, às 16h.

Serviço:

Centro Cultural Oi Futuro

De 31 de agosto a 20 de outubro

Sábados e domingos, 16h

Rua Dois de Dezembro, 63, Flamengo (próximo ao Metrô Largo do Machado)

Infos: (21) 3131-3060

Ingressos na bilheteria ou pelo site: www.ticketplanet.com.br

R$20 e R$10

 

Ficha Técnica:

OMBELA – A Origem das Chuvas, de Ondjaki

Adaptação: Mariana Jaspe e Ricardo Gomes

Diretor artístico: Arlindo Lopes

Elenco: Barbara Sut, Bukassa Kabengele, Mariana Sanacar, Marília Lopes, Orlando Caldeira e Renata Vilela.

Direção musical: Jonas Hocherman Correa e Maria Clara Valle

Composições originais: Ondjaki, Jonas Hocherman e Maria Clara Valle

Assistente de direção: Marina Martins

Iluminação: Paulo Cesar Medeiros

Cenário: Teca Fischinski

Figurinos: Tereza Nabuco

Visagismo e Adereços: Carol W

Bonecos: Bruno Dante

Preparação Vocal e Colaboração artística: Soraya Ravenle

Direção de Movimento, preparação corporal e coreografias: Gleide Cambria

Preparação circense: Deborah Motta

Pesquisa: Vilma Piedade

Programadora visual: Anna Cunha

Designer Gráfico: Gilberto Filho

Direção de Produção: Joana D Aguiar

Gestão e administração: Iuri Carvalho e Joana D Aguiar

Assessoria de Imprensa: Lu Nabuco Assessoria em Comunicação

Realização: Sopro Escritório de Cultura e Pássaro Azul Produções Culturais

Deixe sua opinião

Publicado por Vivian Pizzinga

Marc Martel, conhecido como “a voz de Freddie Mercury”, vem ao Brasil em 2020

Giramundo apresenta ‘O pirotécnico Zacarias’ no CCBB RJ