Tio Tomas: A Contabilidade dos Dias, de Regina Pessoa, vence Anima Mundi 2019 | Agenda | Revista Ambrosia
em , ,

Tio Tomas: A Contabilidade dos Dias, de Regina Pessoa, vence Anima Mundi 2019

Foi anunciado neste domingo, 21 de julho, no Rio de Janeiro, o resultado do 27º Anima Mundi. Realizado por Aída Queiroz, Cesar Coelho, Léa Zagury e Marcos Magalhães, o festival exibiu 335 filmes.

Durante o encerramento, no CCBB, foram anunciados os vencedores das mostras competitivas. O vencedor do Grande Prêmio Anima Mundi é o curta “Tio Tomas: A Contabilidade dos Dias” (“Oncle Thomas – La comptabilité des jours”), coprodução Canadá, Portugal e França dirigido pela portuguesa Regina Pessoa.

O filme “Tio Tomas: A Contabilidade dos Dias” explora a relação especial da cineasta com seu tio. O filme é uma expressão de amor por esse homem não convencional, que desempenhou um papel decisivo em sua vida, além de ter despertado sua paixão criativa.

Depois de reunir mais de 15 mil pessoas no Rio, o festival acontece em São Paulo, de 24 a 28 de julho. A variada programação reúne longas e curtas para adultos, jovens e crianças de todas as idades, além de debates, conteúdos em realidade virtual e oficinas. A programação em São Paulo se espalha por espaços como Itaú Cultural, Petra Belas Artes, IMS Paulista e Auditório Ibirapuera, com preços populares ou entrada franca.

Confira os premiados do Anima Mundi 2019

CURTAS-METRAGENS – JÚRI PROFISSIONAL

Grande Prêmio Anima Mundi (R$ 15 mil) – “Tio Tomas: A Contabilidade dos Dias” (“Oncle Thomas – La comptabilité des jours”), de Regina Pessoa (Canadá, Portugal e França)

Melhor Roteiro (R$ 4 mil) – “Menina Má” (“Wicked Girl”), de Ayce Kartal (França, Turquia)

Melhor Concepção Sonora (R$ 4 mil) – “Tio Tomas: A Contabilidade dos Dias” (“Oncle Thomas – La comptabilité des jours”), de Regina Pessoa (Canadá, Portugal e França)

Melhor Direção de Arte (R$ 4 mil) – “Memorável” (“Mémorable”), de Bruno Collet (França)

Melhor Técnica de Animação (R$ 4 mil) – “Invisível” (“Invisible”), de Akihiko Yamashita (Japão)

Melhor Filme da Sessão Galeria (R$ 4 mil) – “O Jogo Dos Opostos” (“The Opposites Game”), de Lisa LaBracio e Anna Samo (Estados Unidos)

CURTAS-METRAGENS – JÚRI POPULAR

Melhor Curta (R$ 10 mil) – “Memorável” (“Mémorable”) Bruno Collet França

Melhor Curta Brasileiro (R$ 8 mil) – “Drawing life” , de Luciano Lagares (Brasil)

Melhor Curta Infantil (R$ 5 mil) – “O Sonho de Sam” (“Le Reve de Sam”), de Nolwenn Roberts (França)

Melhor Curta de Estudante (R$ 4 mil) “Um Dia no Parque” (“Un Día en el Parque”), de Diego Porral (Espanha)

CURTAS-METRAGENS – PRÊMIOS ESPECIAIS

Prêmio Canal Brasil de Curtas (R$ 15 mil) – “Drawing Life”, de Luciano Lagares (Brasil)

Prêmio All Dubbing (Prêmio com recursos de acessibilidade completa às animações) – “Drawing life” , de Luciano Lagares (Brasil) e “Contra-filé”, de Pedro Iuá

Prêmio ACCRJ de Melhor Curta-Metragem Brasileiro – “Apneia”, de Carol Sakura e Walkir Fernandes

Menção honrosa ACCRJ a Curta-Metragem Brasileiro – “Contra-filé”, de Pedro Iuá

Deixe sua opinião

Em Lisboa, OFilme Sessions registra emoção da fadista Ana Caixado | Música | Revista Ambrosia

Em Lisboa, OFilme Sessions registra emoção da fadista Ana Caixado

Vale Night estreia em agosto no Teatro Candido Mendes | Agenda | Revista Ambrosia

Vale Night estreia em agosto no Teatro Candido Mendes