junho, 2018

01jun19:0024jul(jul 24)20:00Vim assim que soube, do diretor Marco André Nunes, estreia em junho Sesc Copacabana(junho 1) 19:00 - (julho 24) 20:00 Sesc CopacabanaAgenda cultural:Teatro

Detalhes

O Sesc Copacabana recebe, de 1 a 24 de junho, sextas e sábados, às 19h e domingos, às 18h, a estreia de “Vim Assim que Soube”. O espetáculo coloca ficção e realidade caminhando juntas, em diferentes camadas dramatúrgicas, para discutir como o ser humano se relaciona com a proximidade da morte. Um autor de teatro com uma doença em fase terminal resolve chamar sua melhor amiga para passar seus últimos dias de vida ao seu lado para que ela o ajude a concluir a peça teatral que está escrevendo. A partir daí uma série de lembranças e conflitos são revelados. Crueldades e mentiras surgem durante este período de “pré-morte”, estabelecendo uma relação sufocante de dependência mútua. A montagem reúne os atores Cris Larin e Renato Carrera, também autor do texto, sob a direção do premiado Marco André Nunes (também diretor de “Caranguejo Overdrive” e “Guanabara Canibal”), com direção de produção de Claudia Marques, iluminação de Renato Machado, cenário de Daniel de Jesus e trilha sonora de Felipe Storino.

Construído a partir de um duelo de interdependência e calcado no embate entre os atores e suas diferentes visões artísticas sobre os temas pesquisados, o espetáculo retrata a crueldade intimidadora de um doente terminal com sua melhor amiga, suscitando lembranças, desafetos e desejos nem sempre agradáveis e que irão transformar suas vidas para sempre. Além de levantar questões como quem cuida do cuidador?, a montagem celebra os encontros do teatro e homenageia referências das décadas de 1980 e 1990, como: Gerald Thomas, Bete Coelho, Antunes Filho, Pina Bausch, Amir Haddad etc.

Amigos na vida real, Cris Larin e Renato Carrera já dividiram palco várias vezes. Entre os trabalhos mais importantes destacam-se “Preguiça”, “Esfícnter” e “Senhora dos Afogados”, todos sob a direção de Ana Kfouri. Outro projeto de sucesso da dupla foi a montagem de “O Ateliê Voador” de Valérie Novarina sob a direção de Thomas Quilladert. Agora voltam a se encontrar novamente (13ª vez) e pela primeira vez com o diretor Marco André Nunes. Esta junção joga os atores num novo desafio onde o estudo dos temas e o encontro artístico com o novo diretor e sua equipe técnica, acabam provocando instigantes visões sobre seus trabalhos a partir do estudo dos temas amizade, morte e questionamento da própria linguagem teatral desenvolvida pelos atores em seus trabalhos até agora.

Em novembro do 2017 “Vim Assim que Soube” foi convidado para apresentação do processo de construção da peça, encerrando o TEMPO FESTIVAL. Em 2018, durante os meses de março e abril, o espetáculo foi convidado pelo Sesc Rio de Janeiro para continuar seu processo de pesquisa em circulação pelas unidades de Madureira, São João de Meriti, Nova Friburgo, Teresópolis, Ramos, Nova Iguaçu, Niterói e São Gonçalo. Estas apresentações serviram para que diretor e autor chegassem a forma final que agora o público do Sesc Copacabana vai ter a oportunidade de assistir pela primeira vez.

Atualmente em turnê internacional com “Caranguejo Overdrive”, que em junho abre o FITEI no Porto e depois em Figueiras, cidades de Portugal e em turnê nacional com “Guanabara Canibal”, Marco André Nunes também está dirigindo em São Paulo, “Marta, Rosa e João”, com texto e interpretação da Malu Galli, que estreia no segundo semestre. Assim, neste momento Marco André dirige no Rio de Janeiro e em São Paulo dois espetáculos em que seus protagonistas também são autores do texto.

“Vim Assim que Soube” celebra 30 anos de carreira do autor, diretor e ator Renato Carrera.

Ficha Técnica

Texto: Renato Carrera
Direção: Marco André Nunes
Elenco: Cris Larin e Renato Carrera
Direção de Produção: Claudia Marques
Cenário: Daniel de Jesus
Iluminação: Renato Machado
Trilha Sonora: Felipe Storino
Figurinista: Nina Costa Reis
Assistente de Direção: Daniel Belmonte
Gravação, edição e projeção dos vídeos: Daniel Belmonte e Pedro Cadore
Direção de Movimento: Lavinia Bizzotto
Assessoria de Imprensa: Ney Motta
Programação Visual: Daniel de Jesus
Fotos de Divulgação: Aline Macedo
Fotos da Programação Visual: Dalton Valério
Produção Executiva: Beta Schneider
Administração e Assistente de Produção: Igor Lopes
Operação de Som e Projeção: Pedro Cadore
Operação de Luz: Leandro Barreto/Gabriel Pietro
Cenotécnico: José Luis Cristófaro
Realização: Fábrica de Eventos

Serviço

Local: Sesc Copacabana (Sala Multiuso)
Endereço: Rua Domingos Ferreira, 160, Copacabana, Rio de Janeiro
Informações: (21) 2547-0156
Temporada: 01 a 24 de junho, sextas e sábados, às 19h e domingos, às 18h
Ingresso: R$ 7,50 (associados Sesc), R$ 15,00 (meia) R$ 30,00 (inteira)
Funcionamento da bilheteria: terça a sexta-feira das 14h às 21h; sábados das 13h às 21h; domingos e feriados das 13h às 20h
Vendas antecipadas a partir do dia 01 de junho
Site do Teatro: http://www.sescrio.org.br
Capacidade de público:
Duração: 60 minutos
Não recomendado para menores de 14 anos

Foto: Aline Macedo

Horário

Junho 1 (Sexta) 19:00 - Julho 24 (Terça) 20:00

Localização

Sesc Copacabana

R. Domingos Ferreira, 160, Copacabana

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo
Publicar

Ad Blocker Detected!

Advertisements fund this website. Please disable your adblocking software or whitelist our website.
Thank You!

Log in

Esqueceu a senha?

Já tem uma conta? Registrar

Esqueceu a senha?

Entre com os dados da sua conta para reenviarmos a senha para você.

Your password reset link appears to be invalid or expired.

Log in

Privacy Policy

To use social login you have to agree with the storage and handling of your data by this website.

Close
of

Processing files…

X