Naoki Urasawa ganha exposição incrível na Japan House São Paulo | Mangá | Revista Ambrosia
em , , ,

Naoki Urasawa ganha exposição incrível na Japan House São Paulo

Com entrada gratuita, mostra conta com mais de 600 obras do ilustrador japonês

A Japan House trouxe para São Paulo uma mostra fantástica do trabalho do quadrinista japonês Naoki Urasawa, que com mais de 600 obras em exposição ocupa o segundo andar da instituição até o próximo 5 de janeiro (2020).

Já exibida na Japan House de Los Angeles e Londres, ‘Isto é MANGÁ – A arte de Naoki Urasawa’ apresenta trabalhos e bastidores do mangaká em Monster, 20th Century Boys, Pluto, Billy Bat, Master Keaton, Mujirushi, Yamara! e muitas outras artes e ideias de Urasawa nunca publicadas.

Naoki Urasawa ganha exposição incrível na Japan House São Paulo | Mangá | Revista Ambrosia

Nascido em 1960, em Tóquio, Urasawa possui uma legião de fãs formada por adultos e crianças em todo o mundo. Premiado internacionalmente, já vendeu mais de 128 milhões de exemplares apenas no Japão e publicou suas obras em mais de 20 países. Mestre na técnica do desenho e reconhecido por personagens profundos e complexos, tem como diferencial a força de sua narrativa e se destaca também pela riqueza de detalhes com a qual cria os universos de seus mangás.

Seu primeiro trabalho foi BETA!, em 1983, em seguida, criou YAWARA!, MONSTER, 20th Century Boys e BILLY BAT, entre outros. Atualmente, ilustra a história de Mujirushi, The Sign of Dreams, com a colaboração da Fujio Productions – fundada pelo renomado mangaká Fujio Akamastsu -, em um projeto para o Museu de Louvre, em Paris, além de estar em lançamento inicial da série Asadora!, publicada pelo Shogakukan.

Naoki Urasawa ganha exposição incrível na Japan House São Paulo | Mangá | Revista Ambrosia

Paralelo à exposição, a Japan House São Paulo realiza ciclo de palestras, em parceria inédita com a Editora JBC, sobre o tema ‘O mangá no Brasil’, nos dias 07, 09, 12 e 27 de novembro. Participam dos painéis profissionais do mercado editorial e digital de mangás e HQs, além de ilustradores e quadrinistas.

A mostra busca uma experiência de imersão na arte de Naoki Urasawa, que aborda distintas temáticas como mistério, ficção científica e esporte. Na Japan House São Paulo, os visitantes poderão conferir sete coleções em português, incluindo obras não publicadas no Brasil e também cerca de 600 ilustrações, esboços e storyboards. Ao invés de trazer apenas recortes da obra original, a exposição apresenta capítulos inteiros, possibilitando a vivência completa desta arte que combina o gráfico e a história. Entre os trabalhos do artista que serão expostos estão Pluto, 20th Century Boys e MONSTER (que já foram traduzidos e publicados no mercado brasileiro), além de BILLY BAT, MASTER KEATON ReMASTER, MUJIRUSHI e YAWARA!. Este último, uma das obras mais importantes do artista, contará com apresentações semanais de novos capítulos, nos dias 29/10, 18/11, 02/12 e 16/12.

Sobre esta exibição, Natasha Barzaghi Geenen, Diretora Cultural da Japan House São Paulo declara: “O mangá é uma linguagem imediatamente associada à cultural pop do Japão e tem um público cativo, que se aprofunda na história dessa arte, acompanha seus mangakás favoritos e é ávido pelos lançamentos. Esta exposição ratifica a nossa missão em promover a aproximação do público brasileiro à distintas áreas da cultura nipônica.”

Coleções na exposição ‘Isto é MANGÁ – A arte de Naoki Urasawa’

YAWARA! (1985 – 1993)
Retrata o desafio e o crescimento de uma garota com talento em judô – criada e treinada para ser judoca – e o seu caminho até chegar na Olimpíada de Barcelona.

MONSTER (1994 – 2001)
Kenzo Tenma é um habilidoso cirurgião japonês que vive na Alemanha. Ele descobre que Johan, um de seus ex-pacientes, se torna um serial killer. Abalado pelo sentimento de culpa, ele persegue Johan. Primeira obra de mistérios na história do mangá.

20th Century Boys (1999 – 2006)
Em um cenário onde o mundo inteiro sofre ataques terroristas, o personagem principal vive uma vida comum. Porém, a partir de um acontecimento, ele percebe que as profecias feitas por um amigo quando era criança estão se tornando realidade. Uma obra de ficção e aventura, onde os jovens viajam no tempo para proteger a Terra.

Pluto (2003 – 2008)
Série baseada em “Astro Boy” de Osamu Tezuka, especificamente na história The Greatest Robot on Earth. Inserindo o ponto de vista e compreensão do autor à obra original, a história retrata a estupidez do ódio sem fim e o questionamento quanto à existência de sentimentos em robôs.
Naoki Urasawa
Co-autor: Takashi Nagasaki
Supervisão: Macoto Tezka
Colaboração: Tezuka Productions

BILLY BAT (2008 – 2016)
A história se passa em 1949, nos Estados Unidos. O cartoonista nipô-americano Kevin Yamagata descobre que no Japão, existe a mesma história contada em sua obra “Billy Bat”. Nesta história de ficção científica, o personagem principal se envolve em diversos acontecimentos ligados ao desenho do “The Bat”.
Naoki Urasawa
Co-autor: Takashi Nagasaki

MASTER KEATON ReMASTER (1988 – 1994)
Retrata a história de um investigador de seguros do governo que, apesar de bem-sucedido profissionalmente, mantém o sonho de continuar uma pesquisa arqueológica. A narrativa combina o complexo mistério – que envolve casos de difícil resolução – com drama humano e laços familiares
Naoki Urasawa
Co-autor: Takashi Nagasaki
Naoki Urasawa

MUJIRUSHI ( 2018 – )
Nesta narrativa, um homem e sua filha conhecem um rapaz misterioso que tem mais do que alguns segredos e grandes histórias para contar sobre a França e o Museu do Louvre.
Colaboração: Fujio Productions

Exposição ‘Isto é MANGÁ – A arte de Naoki Urasawa’

De 29 de outubro de 2019 a 05 de janeiro de 2020
Segundo Andar

Ciclo de Palestras Japan House São Paulo – ‘O Mangá no Brasil’
Dias 07, 09, 12 e 27 de novembro
Às 19h (dias 07, 12 e 27 de novembro)
Às 15h (dia 09 de novembro)
Participação gratuita
Para participar, basta retirar senha uma hora antes do evento.

‘O mercado de Mangá no Brasil’ (07/11), às 19h – com Marcelo del Greco, Gerente de Conteúdo da Editora JBC; Junior Fonseca, Editor da New Pop; Levi Trindade, Editor da Panini; e Bruno Zago, Editor da Editora Pipoca e Nanquim.
‘O universo de Mangá no Brasil’ (09/11), às 15h – com Leonardo Galli Ponsoni, Sales Manager Brasil/Argentina da Bandai Namco; Luis Angelotti, CEO da Angelotti Licensing; e Yuri Petnys, Region Lead da Crunchyroll no Brasil.
‘Mangá também é digital’ (12/11), às 19h – com Isadora Cal, Gerente de Contas da Bookwire; Edi Carlos Rodrigues, Gerente de Marketing na Editora JBC; e Camila Cabete, Gerente Sênior de Relações Editoriais da Kobo Rakuten.
‘A arte do Mangá influenciando a produção nacional’ (27/11), às 19h – com Amanda Ricarte, Quadrinista e Ilustradora; Raoni Marqs, Quadrinista; e Cah Poszar, Designer, Ilustradora e Quadrinista.

Japan House São Paulo
Avenida Paulista, 52
Horário de funcionamento:
Terça-feira a Sábado: das 10h às 20h
Domingos e feriados: das 10h às 18h
Entrada gratuita
Confira a programação no www.facebook.com/JapanHouseSP/
@japanhousesp

Deixe sua opinião

Mangá de Vinland Saga entra em sua fase final | Mangá | Revista Ambrosia

Mangá de Vinland Saga entra em sua fase final

"As Panteras" diverte, mas ainda subestima o potencial da franquia | Filmes | Revista Ambrosia

“As Panteras” diverte, mas ainda subestima o potencial da franquia