Betty Davis é um documentário que traz luz a cantora esquecida

Ambrosia Críticas Betty Davis é um documentário que traz luz a cantora esquecida

O documentário Nasty Gal – As Muitas Vidas da Rainha do Funk Betty Davis, tem como seu maior valor a redescoberta de uma cantora que ficou no esquecimento do público geral, que não apenas abandonou a vida pública por motivos pessoais, mas se isolou quase que por completo de todos.
O diretor Phillip Cox, consegue reencontra-la e lhe cedeu algumas entrevistas, mas que por desejo dela, são pouco usadas, sendo a maioria dos trechos sendo lidas por outra pessoa em off.

Betty Davis é um documentário que traz luz a cantora esquecida | Críticas | Revista Ambrosia

Betty foi uma moça do interior que se mudou para Nova York e tornou letrista musical nos anos 60. Nesse turbilhão da época, torna-se amiga de Jimi Hendrix e casa-se com Miles Davis, com quem tem uma relação intensa – musicalmente falando, sendo ele quem a incentiva a seguir carreira de cantora, não apenas como letrista.
No documentário conhecemos sua carreira, mostrando entrevistas de pessoas que viram seus shows, e como eram lascivos na época – causando choque e admiração. Por fim, o filme ainda mostra seu abrupto autoexílio, que mantem até os dias de hoje.

Betty Davis é um documentário que traz luz a cantora esquecida | Críticas | Revista Ambrosia

O diretor teve um exaustivo trabalho que conseguir imagens da cantora durante sua carreira, tão poucos que algumas imagens se repetem ao longo da fita. O grande demérito do documentário é de somente contar essa trajetória, sem explorar mais a personalidade ou mesmo as histórias que envolvam ela. Mesmo que a própria Betty não dê muita abertura sobre qualquer coisa, parece que faltou explorar isso dos amigos e conhecidos dela que aparecem durante o filme e não acrescentam muito para se saber mais sobre ela.
O documentário tem uma grande serventia de trazer uma artista deste talento à tona, e fazer ela ser mais conhecida pela público, mas ele acaba falhando no momento de ampliar as histórias de uma pessoa que teve uma vida intensa, tendo passado com alguém que teve sua importância e se relacionou com pessoas tão icônicas.

Betty Davis é um documentário que traz luz a cantora esquecida | Críticas | Revista Ambrosia

[rwp_box id=”0″]

#Novidades