em ,

TopTop CurtiCurti EitaEita

Kesari (2019), um épico sobre a bravura de 21 soldados

Batalhas diversas já foram adaptados para o cinema. Stalinigrado, Berlin, Okinawa, entre outras. Mas houve vários outros conflitos que ainda são desconhecidos do grande público. Em uma busca pelos streaming, encontramos um fime que trata de uma das últimas resistências da história da humanidade, a Batalha de Saragarhi.

Em 1897, Saragarhi uma das batalhas mais épicas de todos os tempos foi travada na fronteira da Índia. Envolveu 21 soldados Sikh contra 10.000 a 12.000 invasores afegãos. Os Sikhs, liderados por Havildar Ishar Singh, escolheram lutar até a morte, entrando na história no processo, tal qual os 300 de Esparta.

O filme Kesari (2019), que está no streaming da Amazon Prime, apresenta um relato dramatizado da batalha épica que ocorreu em 1897 em Saragarhi, na Província da Fronteira Noroeste, que agora faz parte da província de Khyber Pakhtunkhwa no Paquistão.

O filme

A melhor coisa sobre Kesari é que é mais um drama de guerra do que um filme de guerra. O diretor indiano Karan Johar conta a história de 21 soldados sikhs que lutaram e paralisaram o ataque dos afegãos em Saragarhi. É uma das maiores histórias de perseverança humana na história registrada e a produção trouxe à vida um aspecto pouco conhecido, mas inspirador dos Sikhi.

O papel do líder dos Sighs é interpretado pelo ator/artista marcial Akshay Kumar, famoso por seus filmes de ação. Produzido sob as bandeiras da Dharma Productions, Cape of Good Films, Azure Entertainment e Zee Studios.

A Batalha de Saragarhi

Primeiro, um breve resumo dos fatos históricos que levaram à batalha de Saragarhi. A fronteira entre a Índia colonial e o Afeganistão no século 19 era um lugar agitado. De um lado, os russos querem controlar a região e, de outro, os britânicos tentam reivindicar seu direito. Afinal, fica nas proximidades de uma passagem importante para ambos os impérios.

Isso obviamente gerou tensões com os moradores locais. Os britânicos aparentemente fizeram uma trégua com uma das tribo afegãs, oferecendo-os para servirem como soldados para proteger e estabilizar a fronteira. Mas em 1897, as coisas saíram do controle e os pashtuns e Afridis iniciaram um ataque violento na fronteira.

Saragarhi está em uma posição estrategicamente muito importante entre dois fortes britânicos. Foi construído como um elo de comunicação entre os dois fortes. É cerca de 40 milhas de distância da cidade-guarnição britânica de Kohat (no atual Paquistão).

21 soldados sikhs, em sua maioria não comissionados, mantiveram sua posição contra um ataque de 10.000 tribos inimigas.

Sua bravura em lutar até o fim cimentou sua reputação de bravos e devotados ao seu dever, e os soldados foram reconhecidos pelos britânicos com memoriais, uma honra de batalha e um feriado regimental. O Saragarhi Day é comemorado não apenas na Índia, mas também no Reino Unido. A Batalha de Saragarhi é um dos maiores exemplos do último homem de pé.

Análise

Já ouvimos muitas histórias sobre o último homem enfrentando sozinho um grande exército, após outros companheiros seus jazem caídos.  Mas a Batalha de Saragarhi é um exemplo da vida real de como um punhado de homens corajosos pode lutar até o último suspiro para se proteger do inimigo. Kesari é carregado desse simbolismo e nos lembra dos princípios do Sikhismo.

Para um filme épico com alcance popular, o roteiro é bem adaptado desse importante evento histórico que até agora nunca recebeu a atenção que merece. Ele percorreu o melhor das culturas Sikh e Islã para trazer autenticidade ao processo. A primeira metade dá o tom para o que está por vir. E ele ainda borrifou humor suficiente e outras emoções mais leves. As cenas de batalha são evocadas com uma força visceral.

Embora seus personagens, os 21 sikhs, estivessem lutando ao lado dos britânicos, eles não estão realmente lutando pela Coroa Britânica, pois estão lutando para proteger sua liberdade e orgulho e, mais importante, pela causa do sikhismo. Isso é o que torna esta batalha muito mais importante do que apenas uma valente resistência final. E Kesari consegue fazer justiça à batalha capturando seu espírito correto.

O filme também se destaca no aspecto técnico. A cinematografia é, obviamente, seu ponto forte e a gradação de cores é perfeita para filmes de época. No mínimo, o CGI poderia ter sido melhor em alguns lugares. Mas isso é apenas uma pequena falha em um filme nesta escala.

Em relação as atuação, Akshay Kumar está excelente no papel principal.Facilmente seu melhor desempenho desde Sangharsh (1999). Igualmente brilhante é Rakesh Chaturvedi durante seu retrato arrepiante do principal antagonista da história. Parineeti Chopra quase não ganha espaço na tela, mas isso é tudo menos esperado de um filme como esse. Embora as cenas de guerra não sejam nem um pouco ruins, a verdadeira força do filme está em suas cenas emocionais, que realmente impressionam.

Mas, apesar de algumas falhas, Kesari consegue se impor, com seu tom blockbuster. Consegue abordar algumas questões importantes sem tentar ser enfadonho e sempre coloca a humanidade à frente da religião. Há uma cena em que os sikhs se recusam a construir uma mesquita para os muçulmanos ou em outra ocasião, o líder comanda um de seus subordinados para fornecer água aos soldados feridos de ambos os lados. A bravura de um punhado de homens está ali, assim como a futilidade da guerra e a compulsão em participar das batalhas para defender o que é nosso. Assistam…

Nota: Ótimo – 3.5 de 5 estrelas

Kesari (2019), um épico sobre a bravura de 21 soldados
3.5 / 5 Crítico
Avaliação
Publico (0 notas) {{ reviewsOverall }} / 5
Reviews Deixei sua nota!
Order by:

Be the first to leave a review.

User Avatar User Avatar
Verificado
{{{review.rating_comment | nl2br}}}

This review has no replies yet.

Avatar
Show more
Show more
{{ pageNumber+1 }}
Deixei sua nota!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ativista

Publicado por Cadorno Teles

VerificadoEscritorGamerColecionadorPromotor(a)NarutoGibizeiroRepórterSuper-fãs

Festival Niterói em Cena será realizado com streaming grátis

Estreia da Snyder Cut em março será mundial