“O Grande Circo Místico”: mais uma vez o Brasil não chegará ao Oscar –
em ,

“O Grande Circo Místico”: mais uma vez o Brasil não chegará ao Oscar

O poema de Jorge Lima, O Grande Circo Místico, sempre foi muito melhor que suas adaptações. Até hoje só Chico Buarque e Edu Lobo, souberam captar o texto como essência dramática, assim como também o ajudaram a dar forma, num espetáculo com inspirada trilha sonora.

Cacá Diegues passou 12 anos, desde seu último filme de ficção (o irregular O Maior Amor do Mundo), até colocar nos cinemas sua adaptação ambiciosa do texto, numa superprodução filmada na Europa (dada a legislação brasileira que impede de ter animais em circo) que narra a história de cinco gerações da família Knieps, ao londo de 100 anos, basicamente sob a lona circense.

Tanto tempo não foi sinônimo de refinamento da proposta, muito menos de sua reinterpretação. Para começar o filme ressente-se o tempo todo da falta de uma suntuosidade digamos “mística” do circo que retrata. Por vezes soa quase como realista num registro surrealista. Isso já gera um atrito estético incômodo.

“O Grande Circo Místico”: mais uma vez o Brasil não chegará ao Oscar –

O roteiro tenta dar conta da gama de personagens, mas não os adensa para além de suas funções episódicas no lastro familiar subsequente, o que afeta seus personagens em geral, que pouco acrescentam como indivíduos. Jesuíta Barbosa é o único que tentar agrupar em si todas as necessidades da história, desde seu nome, um “celavi” (como a expressão francesa “C´est La Vie“), até sua onipresença etérea em todas as gerações da família.

Outro problema grave está na forma inverossímil com que os conflitos se delineiam, isso sem citar a recorrência injustificada da fetichização do corpo feminino. Se ainda contasse com algum verniz lúdico de ambientação, pelo menos diríamos que buscou dialogar com a obra literária que deu origem, mas não. Cacá estava tão apaixonado pela obra de Jorge Lima que esqueceu de colocar no seu filme algo que o poema já nasceu cheio: fundamento.

“O Grande Circo Místico”: mais uma vez o Brasil não chegará ao Oscar
2 / 5 Crítico
Cotação
Público (1 voto) {{ reviewsOverall }} / 5
Resenhas Deixe sua resenha
Ordenar por:

Deixe sua resenha!

“O Grande Circo Místico”: mais uma vez o Brasil não chegará ao Oscar – “O Grande Circo Místico”: mais uma vez o Brasil não chegará ao Oscar –
Autor
{{{review.rating_comment | nl2br}}}

Show more
{{ pageNumber+1 }}
Deixe sua resenha

Your browser does not support images upload. Please choose a modern one

Avatar

Publicado por Renan de Andrade

A paixão pelo audiovisual me pegou de assalto desde o berço. Assim como a necessidade de desbravar o alcance da comunicação. Formado em Jornalismo e atuando nas áreas de roteiro e direção na TV, sinto-me cada vez mais imerso nos matizes da arte (audiovisual) e da vida (comunicação).