em , ,

“Flores do Cárcere” tem sessão com debate no Festival do Rio

“Flores do Cárcere” participa da competição de documentários nacionais do 21º Festival do Rio com exibições dos dias 14, 15 e 16 de dezembro. No domingo, 15, às 10h, no Cine Odeon Net Claro, acontece um debate após a sessão com a presença dos produtores, diretores e das protagonistas Xal, Mel, Pérola e Chachá.

O documentário “Flores do Cárcere”, de Bárbara Cunha e Paulo Caldas, foi gravado na desativada Penitenciária Feminina de Santos e levanta importantes temas sociais que se misturam às histórias de vida de cada protagonista: Xal, Pérola, Chachá, Dani e Mel.

O filme, inspirado no livro “Flores do Cárcere”, de Flavia Ribeiro de Castro, registra de forma sensível os aprendizados que o tempo em reclusão trouxe na vida dessas mulheres. O sofrimento com a saudade da família e dos filhos, os arrependimentos, as dificuldades que a privação da liberdade traz e o preconceito fora da cadeia.

Os diretores inovaram na narrativa e na linguagem quando trouxeram duas atrizes para representarem todas as outras mulheres daquela cadeia ou do sistema penitenciário feminino brasileiro. Elas retratam as demais mulheres que ali um dia estiveram presas. Nash Laila e Brenda Lígia Miguel, vivem no filme Rosa e sua prima, respectivamente.

O longa, produzido pela Academia de Filmes e Monalisa Produtores Associados, também será exibido no Estação Net Gávea e no Kinoplex São Luiz. O filme também participou da 43ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, que aconteceu em outubro deste ano.

SERVIÇO
“Flores do Cárcere” no 21º Festival do Rio

14/12
Horário: 16h30
Local: Estação NET Gávea (Shopping da Gávea – R. Marquês de São Vicente, 52 – Gávea, Rio de Janeiro)

15/12
Horário: 10h
Local: Cine Odeon (Praça Floriano, 7 – Centro, Rio de Janeiro)
Sessão gratuita com debate

16/12
Horário: 19h
Local: Cinema Kinoplex São Luiz (Rua do Catete, 311 – Catete, Rio de Janeiro)

Deixe sua opinião

Jesse Harris e Ricardo Dias Gomes fazem dobradinha na Audio Rebel

Capa

Euclides Penedo Borges lança o livro “A Foice, o Martelo e os Fuzis”