em , ,

CCXP19: Último dia trouxe Mulher-Maravilha 1984, La Casa de Papel e presença surpresa de Henry Cavill

O último dia de CCXP19 foi do jeito que os fãs do evento gostam: cheio de emoções e surpresas. No mesmo dia pisaram no palco do auditório Cinemark XD, onde ocorrem os grandes painéis dos estúdios hollywoodianos, o Deadpool, o Superman e a Mulher-Maravilha, além dos ladrões mais amados da cultura pop, o time da série La Casa de Papel.

O domingo ficou dividido entre a Netflix e a Warner, com a HBO ocupando o trecho intermediário. Da parte da Netflix, teve Ryan Reynolds, que já havia estado no auditório no dia anterior apresentando o filme “Free Guy”, no painel do filme Esquadrão 6, que estará disponível na próxima sexta-feira, dia 13. “Olá, eu nunca estive aqui antes”, brincou ele com o fato de retornar ao evento logo no dia seguinte. Junto com ele estavam os atores Adria Arjona, Mélanie Laurent, Manuel Garcia Rulfo e Corey Hawkins, que formam o esquadrão do título. O diretor Michael Bay que viria, acabou cancelando.

O Superman Henry Cavill surgiu de surpresa na CCXP para o painel da série “The Witcher“, que a Netflix lança no próximo dia 20. A série mais aguardada do ano tem Cavill no papel de Geralt de Rivia. Ele veio com a showrunner Lauren Schmidt para falar sobre o processo de criação da série e composição do personagem.

Já o elenco de “La Casa de Papel” revelou alguns detalhes da temporada 4, não poupando os fãs de spoilers.

A atriz Alba Flores já adiantou (alerta de spoilers): “Acredito que nesta temporada os roteiristas vão contra as expectativas, assim como na anterior. Quem gosta da Nairóbi vai sofrer, mas espero que gostem do nosso trabalho mesmo assim”.

No painel da HBO focado em His Dark Materials houve a ausência da atriz Dafne Keen, devido a um imprevisto. Ela publicou um vídeo se desculpando com os fãs brasileiros.

Já os atores Clarke Peters e Ruth Wilson, o Dr. Carne e a Marisa Coulter respectivamente, acabaram soltando informações do que está por vir no seriado. “Alerta de spoilers”, brincou Peters após perceber que falou de mais.

Na Warner, as novidades esperadas eram as datas das próximas grandes produções. A lista é essa:

  • Scooby! O filme: 14 de maio de 2020
  • Space Jam 2: 16 de julho de 2021
  • Invocação do mal 3 – A ordem do demônio: 20 de setembro de 2020
  • Tenet: 2020
  • Em um bairro de Nova York: 23 de julho de 2020
  • The Batman: 25 de junho de 2021
  • Esquadrão Suicida: 6 de agosto de 2021
  • Aves de Rapina – Arlequina e sua Emancipação Fantabulosa: 6 de fevereiro de 2020
  • Mulher-Maravilha 1984: 4 de junho de 2020
  • Aquaman: 2022
  • Tom & Jerry: Dezembro de 2020

Também foi mostrada uma prévia de alguns segundos de “Godzilla vs Kong”, em que o gorila gigante acerta o kaiju em cheio.

Mas o momento mais esperado era mesmo o painel de “Mulher-Maravilha 1984”, com presença da atriz Gal Gadot e a diretora Patty Jenkins. A atriz teve uma entrada triunfal, com várias cosplayers da personagem em suas diferentes versões. Além de verem a atriz ao vivo, puderam assistir ao trailer que estreou ontem, e sua versão exclusiva do evento.

No primeiro filme nós estabelecemos a história dela se tornando a Mulher-Maravilha. Na sequência, Diana está em 1984, perdeu todos os seus amigos com passar dos anos, e está fazendo seu trabalho ajudando humanidade – até que algo louco está para acontecer”, indicou. Jenkins falou ainda que a década é essencial para o longa porque “os anos 80 são uma época muito importante para a Mulher-Maravilha”, explicou Gal.

Esse é o maior filme que eu já fiz na vida”, disse Gadot. “A escala é gigante, é épico. Fomos para todos os lugares do mundo”, disse a atriz. “Eu queria colocar ela naquele momento que é o auge de um modo de vida que ainda tentamos reproduzir hoje” — contou Jenkins durante o painel lotado no auditório com capacidade para 3.000 lugares.

Deixe sua opinião