em ,

“Morto Não Fala”: mais um bom exemplar do gênero na seara nacional

Morto Não Fala é muito mais um apaixonado longa metragem de estreia do jovem diretor Dennison Ramalho, do que um exemplar qualquer do gênero terror. É importante salientar isso uma vez que há um cuidado bem nítido com sua feitura, para além de seus excessos.

Baseado num conto de Marco de Castro e com roteiro do próprio diretor, junto com Claudia Jouvin, o filme mostra como um legista do período noturno do IML, Stênio (Daniel de Oliveira, ótimo), acaba por entrar numa espiral trágica e sobrenatural, por causa de seu estranho dom de falar com mortos, sobretudo os cadáveres que ele trata quando chegam ao necrotério. Tudo começa a degringolar quando ele usa de suas habilidades mórbidas para planejar a morte do amante de sua esposa (Fabíola Nascimento), o que acaba voltando contra ele de maneira mais dramática, sobretudo com seus dois filhos pequenos.

O filme trafega sem medo na estética gore, mas com muito cuidado estético, o que já denota um talento de Ramalho em se valer dos signos do gênero para além da necessidade de assustar, mas sim como diapasão narrativo. Tanto que a história não apela para sustos fáceis. O suspense e a tensão são construídos. Poderia dizer que até demais, já que no terço final, o roteiro se alonga desnecessariamente, assim como vimos (em proporções diferentes) em Era Uma Vez em Hollywood, quando Quentin Tarantino, apaixonado pelo universo que investigava, passa do ponto, Ramalho, deslumbrado na realização de seu filme, não consegue ter juízo de valor para mimetizá-lo.

O elenco está muito bom, principalmente Daniel e Bianca Comparato, que vive a filha do amante da esposa e acaba por ter um papel seminal naquela família. O CGI utilizado no rosto dos mortos falantes pode estranhar, mas ao longo da projeção, acaba funcionando. E Dennison Ramalho revela-se um nome a se prestar atenção nessa boa seara de filmes do gênero que anda tomando o cinema brasileiro.

Cotação: Bom

Deixe sua opinião

Publicado por Renan de Andrade

Dois Irmãos – Uma Jornada Fantástica: animação da Pixar ganha trailer dublado

MediEvil – um guia para Gallowmere Vol. 2 em português