"O Relatório" tem atuação inspirada de Adam Driver como trunfo | Filmes | Revista Ambrosia
em ,

“O Relatório” tem atuação inspirada de Adam Driver como trunfo

Inserido na safra de filmes políticos de denúncia contra governos ou instituições, “O Relatório” aborda a história de Daniel Jones (Adam Driver), um funcionário do Senado Americano que participa de uma comissão bipartidária que investigará arquivos da CIA sobre interrogatórios feitos de maneira clandestina em suspeitos de terrorismo. Devido à enorme quantidade de documentos e por pressões políticas, essa equipe praticamente se resumirá a ele, que se entrega para ver o relatório final sendo aprovado e publicado.

O longa conta com um  elenco de apoio recheado de grandes nomes como Annette Bening, John Hamm, Michael C.Hall, Tim Blake Nelson e Matthew Rhys. Todavia, somente Bening tem maior destaque, como a senadora que apoia Daniel em suas ações. Todo o resto do elenco tem participações pequenas, uma vez que, por se tratar de uma história real, diversos personagens compõem a trama e há pouco desenvolvimento deles.

Com o foco em Driver, ele pode demonstrar a sua capacidade de atuação, fazendo um personagem que a princípio objetiva cumprir seu senso de patriotismo, e mergulha em uma investigação que o consome numa melancolia profunda ao estudar os métodos de tortura estabelecido no governo Bush Filho, tornando um homem solitário e agoniado, sendo de longe a melhor coisa do filme.

"O Relatório" tem atuação inspirada de Adam Driver como trunfo | Filmes | Revista Ambrosia

Por ser uma história recente e bastante explorada nos noticiários da época, pode se perder um pouco do impacto desse relatório e das ações de tortura encenadas. E o filme perde um pouco por não conseguir mostrar cenas de tensão nas quais o protagonista poderia estar sendo ou não seguido ou perseguido por alguém. Na cena em que ele conversa às escondidas com Raymond Nathan (Blake Nelson), por exemplo, que vai até Daniel para confirmar algumas informações perto do estacionamento, apesar de sabemos do perigo, o diretor Scott Z.Burns não conseguiu trazer essa emoção para a tela, deixando um pouco insípido seu filme.

Embora o tema do filme seja importante e forte, “O Relatório” acaba por ser um filme quase burocrático e que se não tivesse um grande ator como Driver poderia se tornar ainda mais esquecível.

Cotação: Bom (3 estrelas de 5)

Deixe sua opinião

O que levar pra autografar na CCXP 2019 (lista de convidados do Artists' Alley) | Quadrinhos | Revista Ambrosia

O que levar pra autografar na CCXP 2019 (lista de convidados do Artists’ Alley)

BTS compartilha show completo no 2019 Melon Music Awards | Música | Revista Ambrosia

BTS compartilha show completo no 2019 Melon Music Awards