em ,

Panóptico: contos distópicos no Catarse

Panóptico, é um livro organizado por Joicy Silva, está em campanha no Catarse e apresenta 18 versões distópicas da sociedade.

Lucas “Havoc” Suzigan escreve um prefácio reflexivo e impactante. A viagem se inicia com “Epitáfios do Amanhã” de Gaio W.B., onde somos apresentados ao desespero de estar na posição de vítima da opressão imposta por um governo autoritário e as consequências em caso de divergência de pensamentos ou rebeldia, tal qual consta na citação que abre a obra “Se você quer uma imagem do futuro, imagine uma bota prensando um rosto humano para sempre.” (George Orwell – 1984).

Os contos

Cada movimento seu está sendo rastreado, cada palavra sua, gravada. Você é só um rosto entre milhares, entre grandes multidões de pessoas que sofreram lavagem cerebral, bem-comportadas e leais. A produtividade nunca foi tão alta e o trabalho tão degradante. A mídia dita o que pensar, falar, ler — se é que ainda se lê -, e o exército está sempre triunfante e glorioso. Um movimento errado, um passo em falso, um deslize, e você poderá desaparecer. Há pessoas que tentam lutar, mas não há promessas de finais felizes.

São 18 contos que abordam a temática da vigilância e opressão pelo Estado. Com o ambiente moderno e virtual, o cenário distópico de terra arrasada, a busca do ser humano por liberdade, escassez de recursos, perseguição de minorias e de quem tem pensamentos contrários aos dos governantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *