em , ,

NonNon

Maradona – momentos de destaque na cultura pop

Confira algumas das vezes em que o ídolo dos gramados invadiu o universo das artes

Diego Armando Maradona é o maior ídolo do futebol argentino e um dos maiores jogadores da história. Talvez fique atrás apenas do nosso Rei Pelé – embora muitos discordem). O polêmico ex-jogador faleceu ontem aos 60 anos, por complicações cardíacas.

Além de fazer história dentro das quatro linhas, o jogador foi muito lembrado pela cultura pop. Abaixo, você confere alguns desses momentos em que Maradona foi homenageado no cinema, na música e na TV.

La Mano de Dios

A música composta por Alejandro Romero e que ganhou fama com o cantor Rodrigo, foi lançada em 2000. Faz referência ao histórico e polêmico gol de mão marcado por Maradona contra a Inglaterra nas quartas de final da Copa do Mundo de 1986 (na época não tinha VAR…). Tornou-se quase um hino argentino

Top Model

Na novela das sete da Rede Globo de 1989/90, o cachorro dos filhos de Gaspar Kundera (personagem de Nuno Leal Maia) se chamava Maradona, em homenagem ao jogador argentino.

Documentário Diego Maradona

Do diretor Asif Kapadia – que fez documentários sobre o brasileiro Ayrton Senna e a cantora britânica Amy Winehouse, pelo qual ganhou um Oscar na categoria – “Diego Maradona”, lançado no ano passado.

Foi feito a partir de mais de 500 horas de imagens inéditas com foco no período em que o argentino defendia Napoli, na Itália, nos anos 1980.

Maradona No México

A minissérie da Netflix conta, em sete episódios, a trajetória de Maradona como técnico do Dorados de Sinaloa.

Dieguito foi considerado por muitos um técnico ruim, mas tirou o time mexicano da última posição do campeonato para lutar, por duas vezes, pelo acesso à elite do campeonato nacional. Sua personalidade emotiva e polêmica não deixa de ser explorada.

Outras Músicas

Além de La Mano de Dios, outras músicas celebraram o craque. A mais famosa dela talvez seja ‘La Vida Tombola’, do franco-espanhol Manu Chao.

A letra diz: “Se eu fosse Maradona, viveria como ele”. ‘Y Dale Alegría a Mí Corazón’, do argentino Fito Paez, apesar de não citar o jogador na letra, tornou-se um hino para os torcedores argentinos.

Composta antes da Copa do Mundo de 1990, seria um pedido para que Maradona desse alegria ao país novamente na Itália, como ele havia feito quatro antes, em 1986 no México.

A Grande Beleza e Juventude

No filme do italiano Paolo Sorrentino dedicou seu Oscar de Filme Estrangeiro em 2014. Natural de Napoles, ele teve Maradona como grande ídolo nos anos 80, quando jogou no clube no auge da carreira. Nesse período, formou com o brasileiro Careca uma das duplas de ataque mais aclamadas da história do futebol.

Em seu filme seguinte, “Juventude”, Sorrentino criou um personagem inspirado no jogador. A trama é ambientada em um spa nos alpes suíços, onde os três protagonistas – vividos por Michael Caine, Jane Fonda e Harvey Keitel – se hospedam em uma pousada de luxo durante o verão. Entre os hóspedes está um ex-craque do futebol sul-americano que ninguém chama pelo nome, mas facilmente reconhecível pelo espectador.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *