Capa

Euclides Penedo Borges lança o livro “A Foice, o Martelo e os Fuzis”

O escritor Euclides Penedo Borges se aprofunda em sua faceta pesquisadora e lança o seu oitavo livro. Tendo como ponto de partida a Revolução Russa, A Foice, o Martelo e os Fuzis discorre sobre as principais tentativas de tomada do poder através de movimentos comunistas da América Latina. Ao longo de 250 páginas o autor narra episódios como os que marcaram países como Argentina, Chile, Uruguai, Cuba, Colômbia, Panamá, Nicarágua, México, Guatemala, Honduras e El Salvador, sem deixar de lado os tantos e tão relevantes movimentos brasileiros.

Capa
A Foice, o Martelo e os Fuzis

Em defesa de um caminho democrático que levaria ao ideal de uma América Latina rica, justa e influente, o autor traça paralelos entre tentativas populares de luta das classes operárias, com o objetivo de compreender a falta de êxito dos mesmos.

No decorrer do livro recorda movimentos, embates e desastres como os da Semana Trágica de 1919 (La semana de Enero) na Argentina; a Matança de Santa Maria, que assassinou 2 mil civis na Plaza Montt, no Chile; a criação do Partido Socialista do Uruguai, por Emilio Frugoni, em 1912; o sequestro da colombiana Ingrid Betancourt pelas FARC; a dissolução do Senado e da Câmara uruguaios em 1975; e o enfrentamento dos Montoneros argentinos na década de 1970. O autor dá especial importância aos acontecimentos passados no Brasil, como o Movimento Grevista de 1917, o Tenentismo, a Intentona, a Guerrilha do Araguaia e movimentos feministas.

América Latina Rica, Justa e Influente

Mas é no epílogo que se encontra a alma do livro. Concentrado em nove páginas, o autor discorre, amparado pelos capítulos anteriores, sobre o rumo a ser trilhado e o porquê do ideal de riqueza, justiça e influência estar distante da realidade desses países. Apontando os sangrentos embates e o pífio resultado atingido ao longo de um século, o autor se utiliza das lições da história e sugere caminhos de construção de um modelo de sociedade democrática alcançada através da educação e da valorização da cultura.

O Prefácio – O engenheiro José Luiz Alquéres, ex-presidente da Eletrobrás, assina o prefácio no qual, partindo da revolução industrial europeia e das decorrentes desigualdades sociais, justifica as tentativas latino-americanas de implantação do comunismo. Citando o Manifesto Comunista de Marx e Engels, Alquéres pontua os movimentos que levaram ao sucesso da Revolução Russa em 1917, ponto de partida do livro.

Sobre o autor – Natural do Rio de Janeiro, Euclides Penedo Borges é engenheiro e escritor. “A Foice, o Martelo e os Fuzis” é seu oitavo livro, sendo o terceiro de cunho político-social. Sua primeira obra, “Vale do Rio Doce, ontem e hoje”, de 1996, encontra-se esgotada. Em 2009 publicou “Euclydes da Cunha e a Nação Brasileira”, no qual procura trazer o pensamento euclidiano para o Brasil de hoje. Foi executivo da antiga CVRD e articulista dos jornais capixabas A Tribuna e A Gazeta de Vitória. O autor assina ainda cinco títulos sobre o universo do vinho e atua há 25 anos como professor, palestrante e dirigente da Associação Brasileira de Sommeliers do Rio de Janeiro.

Foto Euclides Penedo Borges
O Autor, Euclides Penedo Borges

Serviço

Lançamento A Foice, o Martelo e os Fuzis
Dia 16 de dezembro, segunda-feira, às 19h
Blooks Livraria – Praia de Botafogo, 316
Botafogo (Espaço Itaú de Cinema).

Título: A Foice, o Martelo e os Fuzis – Comunismo na América Latina
literatua Autor: Euclides Penedo Borges
Editora: Mauad X. Número de páginas: 256. Formato: 15,5 x 23 cm
Preço sugerido: R$ 60,00. E-book R$ 39,00
Pontos de venda:
Blooks Livraria – Praia de Botafogo, 316 – Botafogo – Rio de Janeiro
Mauad – Rua Joaquim Silva, 58/ 5º andar – Lapa – Rio de Janeiro
Online: Americanas, Amazon, Mauad, Shop Time, B2W e Estante Virtual

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Ant.
“Flores do Cárcere” tem sessão com debate no Festival do Rio
flores do carcere documentario festival do rio agenda revista ambrosia

“Flores do Cárcere” tem sessão com debate no Festival do Rio

“Flores do Cárcere” participa da competição de documentários nacionais do 21º

Próxima
Raimundos celebra 25 anos de história no palco do Circo Voador
Raimundos Divulgação 1

Raimundos celebra 25 anos de história no palco do Circo Voador

No dia 27/12 (sexta-feira), o Circo Voador vai ser palco para uma celebração da

Você pode gostar