em , ,

Stephen King solta o verbo

Aclamado mundialmente por histórias de horror como Carrie, a estranha e pelo clássico O Iluminado, o escritor norte-americano Stephen King criticou publicamente, nesta quarta-feira (9), um projeto de lei do estado de Massachusetts, nos EUA, que pretende proibir a venda de jogos violentos para menores de 18 anos.

O “desabafo” foi veiculado na coluna semanal de Stephen, que escreve sobre cultura pop e afirma não ser um verdadeiro fã de videogames. Gostos pessoais à parte, o escritor classificou como um absurdo a atitude de políticos que querem assumir o papel de pais substitutos e ditar o que deve ou não deve entrar nas casas de milhares de cidadãos. “Os resultados disso são usualmente desastrosos, além de antidemocráticos”, afirmou.

Por fim, King sustentou a idéia de que, além de já existir um sistema de classificação etária, o ESRB, os jovens sempre encontrarão maneiras de obter os jogos considerados impróprios para suas idades. Na opinião do escritor, é fácil colocar a culpa por tragédias e chacinas na cultura pop e nos games porque, na visão geral, eles sempre serão ruidosos.

2 opinaram!

Deixe sua opinião!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pró Player

Publicado por J.R. Dib

GamerCinéfiloMusicólogo

Frank Quitely em All-Star Batman

Sega anuncia Armaduras de Iron Man