em ,

Um dos livros mais geniais já escritos: Café da Manhã dos Campeões

Há algum tempo, o Pipoca & Nanquim lançou um vídeo sobre o excelente livro Matadouro Cinco, do célebre escritor Kurt Vonnegut. Agora, a editora Intrínseca disponibilizou outro clássico do mesmo autor.

No vídeo de hoje, você saberá tudo sobre CAFÉ DA MANHÃ DOS CAMPEÕES, uma obra inventiva, mordaz, inteligente e incrivelmente bem escrita, que ainda dialoga perfeitamente com os dias de hoje.

Trabalhando com metalinguagem, Kurt se reinventou num ponto de sua carreira em que ninguém julgava ser possível, e, ao fazê-lo, acabou criando um marco da literatura mundial, sucesso de público e crítica.

SINOPSE DO LIVRO
Neste livro — lançado originalmente em 1973, uma sátira sobre guerra, sexo, racismo, sucesso e política nos Estados Unidos — um dos personagens mais emblemáticos e alter ego de Vonnegut, o autor de livros de ficção científica Kilgore Trout, descobre que Dwayne Hoover, um vendedor de carros americano aparentemente normal, está levando a sua ficção ao pé da letra e perdendo o juízo. Com a ajuda de seus famosos desenhos, Vonnegut conduz o leitor por um texto bem-humorado e crítico da sociedade norte-americana neste clássico moderno que o consagrou como um dos autores mais instigantes do nosso tempo.

SOBRE O AUTOR
Kurt Vonnegut nasceu em Indianápolis em 1922. Estudou nas universidades de Chicago e do Tennessee. Seu primeiro romance, Player Piano, foi publicado em 1952 e desde então ele escreveu muitos outros, entre eles: As sereias de Titã (1959), Mother Night (1961), Cama de gato (1963), God Bless You, Mr. Rosewater (1965), Welcome to the Monkey House (1968), Café da manhã dos campeões (1973), Slapstick, or Lonesome No More! (1976), Jailbird (1979), Deadeye Dick (1982), Galápagos (1985), Bluebeard (1987) e Hocus Pocus (1990). Pela Intrínseca, publicou Matadouro-Cinco.

Deixe sua opinião