em ,

Animê dos romances Tytania estréia em outubro

Animê dos romances Tytania estréia em outubro | Anime | Revista AmbrosiaEm março deste ano havia sido anunciado que a adaptação em animê dos romances da série Tytania, de Yoshiki Tanaka, estava em vias de produção após um longo período de amadurecimento da idéia (o anúncio inicial da adaptação havia sido feito na Anime Expo de 2003). Agora, foi inaugurado o site oficial com um preview que confirma a estréia da série no Japão para outubro próximo pela NHK. O animê irá ao ar nas quintas-feiras às 23:32h.

De acordo com o preview, o ilustrador dos romances de Tytania e desenhista de séries como Macross e Orguss, Haruhiko Mikimoto, será o responsável pelo desenho dos personagens. Noboru Sugimitsu (Hoshi Neko Fullhouse, Legend of the Condor Hero, Mikan Enikki) vai adaptar os desenhos para o animê. A animação será realizada no estúdio Artland, com direção de Noburo Ishiguro (Macross, Orguss). O estúdio e Ishiguro foram responsáveis pela animação de mais de 100 episódios da cultuada série de OVA Ginga Eiyū Densetsu (“Legend of the Galactic Heroes”), também baseada em obras de Tanaka.

Tytania é uma série de três romances sobre um soldado que foge do império espacial Tytania e que busca refúgio entre um grupo rebelde.

Yoshiki Tanaka é autor de outros romances como The Heroic Legend of Arslan, uma série de fantasia com influências do Oriente Médio e Sohryuden – Legend of the Dragon Kings, uma fantasia com influências de mitologias asiáticas, além da própria ópera espacial Legend of the Galactic Heroes (LoGH, para encurtar). Todas essas obras de Tanaka já foram adaptadas para animê, com ótimos resultados. A mais famosa sem dúvida é LoGH; essa é uma série sobre a qual dificilmente o fã “comum” de animação japonesa vai ter ouvido falar a respeito, mas é geralmente considerada pelos fãs mais “hardcore” que correm atrás desses materiais obscuros no Ocidente como uma das melhores séries de animê já feitas – opinião da qual compartilho. Não é aquele típico shōnen onde a pancadaria corre solta e coisas tipo “história” são deixadas de lado em favor de cenas sangrentas e de poderes capazes de aniquilar galáxias inteiras. A série é um seinen que se sustenta completamente em cima do enredo e dos diálogos entre os personagens, ambos extremamente bem trabalhados. Se Tytania for desenvolvida na mesma linha, está para vir aí mais um animê que tem tudo para se tornar um clássico do gênero. Agora, se será lançado oficialmente no Ocidente, a história já é bem outra, pois LoGH, com toda a fama que conseguiu, jamais foi lançada por estas bandas e dificilmente será, já que tem 110 capítulos e com isso não se enquadra no padrão preferido para séries atualmente, que geralmente é de 26 episódios. A única chance de séries “monstro” vingarem por aqui é se forem coisas no naipe de Dragon Ball, One Piece e Naruto, onde os capítulos podem ser estendidos à exaustão enquanto o animê render a maior gama possível de quinquilharias.

Participe com sua opinião!