em ,

Antiprisma lança novo clipe em formato stop motion

Antiprisma - Crédito: Ana Zumpano
Antiprisma - Crédito: Ana Zumpano

Ser forte não é fácil. É preciso suportar, é preciso ter suporte. Em uma analogia entre a superação de obstáculos e o vigor das árvores, surge o clipe de “Canção da Árvore”, canção do Antiprisma (SP) presente no disco “Hemisférios” (2019). O vídeo produzido com a técnica stop motion é dirigido por Natália Rodrigues, que se aperfeiçoou na técnica durante o período de quarentena.

“No vídeo de “Fogo Mais Fogo” eu acho que a gente foi o foco. Em “Lunação” escolhemos uma personagem para representar todas as ideias. Já nesse clipe novo procuramos um caminho que pra gente fosse inédito. Sempre gostamos de animações em stop motion e essas coisas todas de massinha, é um tipo de linguagem que me instiga”, avalia Victor José (voz, violão e viola caipira).

A inspiração para o vídeo de “Canção da Árvore” surgiu da própria diretora, Natália Rodrigues, que teve a liberdade para escolher a música que quisesse trabalhar. De acordo com Victor, após acompanhar o trabalho da artista pelas redes sociais, ficou imaginando como seria um clipe no formato stop motion.

“As animações em massinha me trazem um sentimento de nostalgia. Me remete desde programas de TV que eu assistia quando criança até vinhetas da MTV. Nossas escolhas para lançamentos são feitas de forma muito orgânica e espontânea, e com esse clipe não foi diferente. Para nós, esse é um trabalho que conversa muito com as nossas vidas no cenário atual, tanto pelo tema da música quanto pela maneira como foi feito o vídeo.”, analisa Elisa Moreira Oieno (voz, violão e guitarra).

Ainda de acordo com Elisa, foi a própria que também cuidou do roteiro, sem receber nenhuma orientação do Antiprisma.

“Quando ela mostrou para nós, ficamos muito surpresos e felizes com o quanto que a ideia dela casou com a nossa própria percepção sobre o significado dessa música. Fazer um clipe para ‘Canção da Árvore’ foi uma decisão espontânea, e de certa forma, o clipe reflete muito o sentimento do que estamos vivendo também. Tudo meio suspenso, repetitivo, e com uma reflexão importante que esse objeto ‘árvore’ traz para nossas vidas e que devemos nos lembrar de vez em quando.”, aconselha Elisa.

 

A percepção de Elisa é completada por Victor, que acredita que a confusão vivida em 2020 incentiva o Antiprisma a explorar mais as canções do disco “Hemisférios”. E conta uma novidade sobre a formação ao vivo da banda, que também conta com os músicos Rafa Bulleto (baixo) e Ana Zumpano (bateria).

“Pode vir mais coisa por aí, quem sabe. O que dá pra dizer é que também já estamos trabalhando em novas músicas, arranjando, tocando, vendo o que pode dar certo. Depois de oito meses em casa conseguimos tirar um tempo e fazer o isolamento com nossos amigos e parceiros de banda, Ana Zumpano e Rafa Bulleto. Tem sido muito bom voltar a tocar com eles e mexer com coisa nova.”, finaliza Victor.

Ficha Técnica

O clipe de “Canção da Árvore” contou com direção, produção e roteiro de Natália Rodrigues. A edição do videoclipe foi realizada pelo Antiprisma. A música faz parte do álbum “Hemisférios” (2019), lançado via Alcalina Records e considerado um dos Melhores do Ano por sites especializados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Audaz

Publicado por OrBe Comunicação

Assessoria de imprensa com criatividade, planejamento e estratégia, nós queremos levar a sua música para o máximo de pessoas. Vamos juntos?

EscritorPromotor(a)

Amon Martins e Igor B retratam superação em single

JUMA - Agente Plural - Jackson França e Humberto Morais

Juma lança clipe sensível sobre amor em tempos de pandemia