em ,

CurtiCurti TopTop

Apoiador de Bolsonaro, Joe Bennett é cancelado pela Marvel

O artista brasileiro Joe Bennett foi demitido pela Marvel antes mesmo de estrear seu novo trabalho, a HQ “Timeless”, que vai ser lançada em dezembro.

Em comunicado enviado ao site Newsarama, a ‘Casa das Ideias’ afirmou que não vai trabalhar com o brasileiro “em nenhum dos projetos futuros da Marvel”. Em “Timeless”, ele vai ser substituído por Greg Land. A editora promete que a história, estrelada pelo vilão Kang, o Conquistador, vai dar início a todas as suas grandes sagas de 2022.

O anúncio acontece dias depois de seu antigo colega na série do herói, o roteirista Al Ewing, publicar no Twitter uma série de críticas a atitudes do brasileiro, que como muitos sabem é bolsonarista e já chegou inclusive fazer ilustrações retratando Bolsonaro como campeão e seus adversários como ratos.

Vale ressaltar que retratar adversários políticos como ratos é uma tática associada ao nazismo da Alemanha de Hitler. Curioso que Joe Bennet é de origem nordestina, passando longe dos arianos nazistas, sendo mais provável que fosse parar numa vala qualquer dentro de um campo de concentração.

O ilustrador paraense também já havia sido acusado de antisemitismo e de tratar com desdém políticas de gênero em suas redes sociais.

Joe Bennett trabalhou para a Marvel Comics por 25 anos, inclusive ilustrando clássicos como o Homem-Aranha, Hulk, Quarteto Fantástico, Thor, Conan e muitos outros. Uma pena que seu intelecto não acompanhe o traço.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Um comentário