em ,

Um limbo chamado "Hotel Artemis"

Na fauna hollywoodiana, os filmes se dividem entre os que ambicionam claramente o lucro e os que buscam prestígio. O meio termo, infelizmente, é minoria (ou foi absorvido pelos canais de streaming).
De vez em quando, surgem filmes que a gente se pergunta qual a finalidade de sua existência, já que artisticamente não diz nada, e já nasce fadado ao fracasso comercial (sim, esse que falaremos fracassou nas bilheterias americanas). Estamos falando de Hotel Artemis, um roteiro original de Drew Pearce, roteirista de Homem de Ferro 3 e Missão Impossível – Nação Secreta, que também vem a ser o seu primeiro trabalho como diretor.
Um limbo chamado "Hotel Artemis" | Críticas | Revista Ambrosia
Hotel Artemis tem como cenário um hotel antigo na Califórnia do ano de 2028, que serve como fachada para uma “enfermaria de emergência” secreta usada por criminosos.  Este é gerido pela enfermeira Jean Thomas (Jodie Foster) com a ajuda de Everest (Dave Bautista) seu braço direito. Depois de um assalto que não corre como o esperado, Sherman Atkins (Sterling K. Brown) terá de levar o seu irmão ferido para o hotel, para que este consiga sobreviver aos ferimentos. Aqui, irá deparar-se com personagens perigosos e situações que irão colocar a sua vida e a do hotel em risco, naquela que é vista como a noite mais agitada na história deste estabelecimento.
Um limbo chamado "Hotel Artemis" | Críticas | Revista Ambrosia
Nada faz muito sentido na história, até pela estrutura de roteiro, bem formulaica, que Perce empreende. Por mais Jodie Foster e K. Brown que o filme tenha, seus personagens tem a profundidade de um pires, e suas histórias pessoais, sobretudo de Foster não levam nada a lugar nenhum. Do meio para o final, a trama passa a querer seguir os ditames dos filmes de ação atuais, com uma femme fatale francesa proferindo golpes de luta para render um trailer sedutor, mas o “samba de crioulo doido” não diverte a ponto de entreter. E, apesar da direção de arte ser bem honesta, a limitação de locações deixa claro o quanto o orçamento foi pequeno.
Hotel Artemis é um filme equivocado, ou uma ideia mal desenvolvida. Poderia ser um alento ideias originais ganhar espaço em Hollywood, mas nesse caso, a ideia caiu no limbo da irrelevância.
Hotel Artemis
Data de lançamento: 30 de agosto de 2018 (Brasil)
Direção: Drew Pearce
Roteiro: Drew Pearce
Duração: 94 minutos
Classificação: 16 – Não recomendado para menores de 16 anos
Gênero: Ação, Ficção Científica
Países de Origem: Estados Unidos da América

Deixe sua opinião

Avatar

Publicação Renan de Andrade