em

Warhammer 3ª edição: O papel que você desempenha

Dando continuidade à série de artigos sobre a terceira edição de Warhammer Fantasy Roleplay, a Fantasy Flight Games divulgou o diário de design escrito por Jay Little sobre o novo processo de criação de personagens.

Um dos elementos chave em qualquer experiência de representação são os personagens sobre os quais o jogo se concentra; os heróis e personalidades que interagem com o Mestre de Jogo e o cenário para contar histórias interessantes e cativantes. Os personagens dos jogadores também são uma parte importante de Warhammer Fantasy Roleplay. Um PJ em Warhammer não é apenas definido por sua raça ou suas características. Sua carreira, riqueza, talentos e perícias atuam tanto quanto na descrição de quem ele é e do papel que desempenha dentro do cenário. Este diário de design observa os passos do processo de criação de um personagem em Warhammer Fantasy Roleplay.

Passo 1: Selecione uma raça
Quando estiver criando um personagem para Warhammer Fantasy Roleplay, o conceito de personagem básico pode ser fortemente influenciado pelos antecedentes do personagem e pela raça. Há quatro raças disponíveis no conjunto básico – humano de Reikland, anões vindo de Karak Azgaraz, altos elfos e elfos das florestas. Cada raça tem sua própria rica história, sabor distinto, pontos fortes e habilidades especiais.

Em adição às informações antecedentes sobre cada raça e seu impacto e envolvimento no Império, há um número de habilidades especiais associadas a ela. Personagens dos jogadores de uma certa raça compartilham essas habilidades raciais especiais em adição a qualquer outra habilidade que possam ter em decorrência de sua carreira ou treinamento. Alternativamente, se os jogadores desejarem determinar aleatoriamente a raça de seus PJs, uma tabela é fornecida.

Passo 2: Puxe 3 Carreiras
O próximo passo no processo de criação de personagem é determinar suas carreiras iniciais. A carreira do personagem influencia suas perícias disponíveis, talentos, opções de melhoria após ganho de experiência, assim como descreve sua função social e o papel dentro do Velho Mundo.

Warhammer Fantasy Roleplay Barber-SurgeonWarhammer Fantasy Roleplay CoachmanWarhammer Fantasy Roleplay Thief

Para determinar a carreira inicial do personagem, o jogador embaralha todas as planilhas de carreiras básicas e puxa três delas aleatoriamente. Ele verifica se a raça do seu personagem está disponível para a carreira puxada. Se qualquer das carreiras não for compatível, o jogador puxa outra até que tenha três carreiras válidas. Então escolhe dentre essas três carreiras com qual ele deseja que seu personagem comece.

Passo 3: Invista Pontos de Criação
Cada jogador tem um número de pontos de criação disponíveis para investir na particularização de seu personagem. O número de pontos de criação disponíveis é baseado na raça do personagem. Pontos de criação são gastos pelo jogador para investir nas características de seus PCs, assim como na riqueza inicial e outras vantagens para aperfeiçoar as perícias e habilidades iniciais de um personagem. Qualquer ponto que não for gasto durante a criação de personagem é perdido – logo, os jogadores precisam investi-los sabiamente!

Por exemplo, se um jogador escolhe investir zero pontos de criação na riqueza inicial de seu personagem, então o personagem do jogador começa duro. Um personagem duro começa o jogo com as roupas do corpo (provavelmente velhas e esfarrapadas), uma adaga ou bastão e 5 moedas de bronze.

Passo 4: Adquira Cartas de Ação
Uma carta de ação de personagem fornece uma ampla variedade de opções durante o jogo. Todos os personagens começam com algumas cartas de ação “básicas”. Várias dessas cartas têm um requisito mínimo de características. Se um personagem não começa o jogo com o grau de característica requisitado, ele não começa com a carta de ação básica. Contudo, se mais tarde elevar suas características até esses requisitos, pode escolher adquirir essas ações mais tarde em sua carreira.

Certas carreiras podem ter acesso a outras ações básicas. Por exemplo, carreiras de mago começam o jogo com um número de magias triviais, que são consideras ações de feitiços básicas, e Canalizar Poder, que os permite gerar o poder necessário para abastecer suas magias. Carreiras de sacerdote começam o jogo com um número de bênçãos menores, que são consideradas ações de bênção básicas, e a ação de Boas Graças, que os permite gerar as graças necessárias para ativar suas bênçãos.

Passo 5: Determine Posturas
O jogador agora está pronto para determinar as posturas iniciais de seu personagem. A planilha de carreira do personagem indica o número padrão de peças conservadoras e ousadas para o medidor de postura do personagem, que pode ser aumentado com o passar do tempo pelo investimento em peças adicionais. O jogador então pega um número de peças de comportamento encaixáveis baseadas na composição da postura do personagem. Uma peça de comportamento neutra é colocada no centro. Um número de peças verdes é fixado à esquerda igual ao grau de postura conservadora do personagem e um número de peças vermelhas é fixado à direita igual ao seu grau de postura ousada.Warhammer Fantasy Roleplay Stance Meter

Passo 6: Selecione uma Warhammer Fantasy Roleplay InitiatePlanilha de Grupo
Uma vez que os jogadores individualmente tenham criado seus personagens, eles trabalham em conjunto para determinar que tipo de relacionamento esses têm uns com os outros. Desenvolver uma história passada ou conceito sobre o porquê desses personagens estarem trabalhando juntos fornece motivação aos personagens, bem como ganchos de trama e ideias de aventuras ao MJ.

Os jogadores podem examinar as planilhas de grupos disponíveis e decidir que tipo melhor reflete o estilo de jogo e tipo de grupo que eles querem que seus personagens façam parte. Cada planilha oferece diferentes opções ao grupo. Se o grupo não puder decidir, pode desejar aleatoriamente puxar uma planilha de grupo e discutir como seus personagens se encaixariam no conceito apresentado pela planilha.

Toques finais
Para tirar o máximo de proveito de uma experiência de representação, os jogadores são encorajados a refletir sobre seus personagens e desenvolver um sentido para quem eles são e como eles se encaixam no cenário. Quais são as motivações do personagem? O que o instiga à ação? Quem são as pessoas importantes em sua vida? O que o inspira a se dedicar a uma vida de aventura? Ele possui metas de longo prazo ou aspirações?

O soldado é um veterano de batalha cansado forçado a contragosto a erguer sua espada novamente quando os homens-fera ameaçam sua casa? Ou é um homem avarento, que procura fama e fortuna com seu braço direito? O iniciado de Sigmar é um homem devoto e piedoso, nunca questionando a doutrina de sua fé? Ou está em uma busca pessoal por redenção para responder as questões atormentando sua própria alma?

Ao gastar poucos minutos pensando sobre os antecedentes de um personagem, motivações e personalidade, os jogadores podem desfrutar de uma experiência de jogo muito mais rica e gratificante. Se um jogador não estiver seguro sobre como responder imediatamente estas questões, tudo bem também! Uma das mais excitantes coisas sobre os jogos de representação de papéis é representar um personagem que se desenvolve e cresce com o passar do tempo. E à medida que os jogadores se tornarem mais familiares com o sistema de jogo, o cenário e seus personagens, mais ideias para expandir suas histórias pessoais aparecerão.

A caixa básica de Warhammer Fantasy Roleplay custará U$99,95 e tem lançamento previsto para o outono do hemisfério norte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *