As crônicas de “Atravessando a pandemia”, de José Leonídio

61
0

Encarar o exercício da positividade no seu dia a dia foi a decisão do escritor José Leonídio no período de o isolamento extremo pela pandemia do Coronavírus. A escrita foi uma saída para lidar com a situação. O resultado é o livro Atravessando a pandemia, publicado pela Editora Autografia, uma coletânea de crônicas e conto escrito nesse período.

Não romantizo o momento, mas abri uma brecha para a criatividade. Salvei a mim escrevendo e percebi que muita gente embarcou comigo nesse respiro, diz o autor, que publica semanalmente dois textos no seu blog autoral, com reprodução nas redes sociais, e comemora o aumento constante de seguidores em espaços que são realidade do leitor contemporâneo.

O livro foi publicado.no final de 2021, com crônicas com temas variados, que vão do cotidiano e reflexões mais filosóficas e poéticas; religião, com textos que recorrem às datas do calendário cristão ou fazem alguma relação cristã com outros temas; Tempo; e Cotidiano, cujo cenário é o Rio de Janeiro e os temas giram em torno do dia a dia carioca.

Um livro que ajuda em muito, pela linguagem bem humorada, a revermos situações que o país passou e está passando. Com muitos ainda negando a vacina, mas felizmente, estamos vencendo, sobreviventes, dessa doença, que marcou tantos. E no caso do autor, trouxe o seu pensamento para ajudar outros a reinventar-se.

O livro possui 164 páginas, com 31 textos numa fonte e espaçamento agradáves, dividido em partes:  Sumário, No início, Cotidiano, Reflexão, Durante, Tempo, Religião, E agora? Ao leitor cabe escolher a sequência para consumir um livro sobre o ser humano, precário, complexo, perdido, cheio de possibilidades. Ao José Leonídio, escritor, médico, e tão ciente dos riscos, coube dar esperança de um mundo mais longevo.

O autor

José Leonídio dedica-se à literatura há duas décadas. Começou com enredos para escolas de sambas. Em 2001 publicou seu primeiro (e premiado) romance, “A Raposa do Cerrado”. Em 2018 e 2019 lançou “A Casa dos Deuses” e “Os Guardiães” – os dois primeiros títulos da pentalogia Portais da Liberdade -, além de “Enredando Ilusões” e “Facebookeando”. No prelo, está “Safiras de Candinho”, romance sobre o dia a dia do bairro Cavalcanti (RJ). “Atravessando a pandemia” é seu sexto livro. Fazer nascer é o dom deste romancista, poeta e cronista que a vida toda exerceu a medicina obstétrica.

Cadorno Teles
WRITTEN BY

Cadorno Teles

Cearense de Amontada, um apaixonado pelo conhecimento, licenciado em Ciências Biológicas e em Física, Historiador de formação, idealizador da Biblioteca Canto do Piririguá. Membro do NALAP e do Conselho Editorial da Kawo Kabiyesile, mestre de RPG em vários sistemas, ler e assiste de tudo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *