Matrix Resurrections estreia com desempenho fraco nos EUA

64
0

No embate de gigantes que se anunciava para o fim de 2021, houve vitória por nocaute. De um lado o imbatível “Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa”, que chegou à marca de US$ 1 bilhão arrecadados no mundo inteiro, mantendo o primeiro lugar nas bilheterias nos Estados Unidos, apesar de uma queda (natural dado o volume da abertura) de 68%. Do outro lado, “Matrix Resurrections” a retomada da franquia Matrix, que parecia ser um dos filmes mais esperados do ano e amargou uma estreia em terceiro lugar, ficando atrás da também estreia Sing 2, que ficou com a medalha de prata.

“Matrix Resurrections” teve o desempenho mais fraco de estreia para um blockbuster da Warner em 2021, com apenas US$ 12 milhões arrecadados. A produtora adotou para todo o ano o sistema misto de lançamento, com seus filmes chegando simultaneamente nos cinemas e na HBO Max. O hype de Homem-Aranha ainda longe de se dissipar aliado à opção de assistir ao filme em streaming (ou pirataria) são apontados como principais explicações para o fracasso. As opiniões divididas dos fãs também pesaram.

No Brasil o filme também encarou o forte adversário, mas se saiu um pouco melhor, ocupando o segundo lugar nas bilheterias. Ao redor do mundo o quarto Matrix somou US$ 47 milhões. Um resultado bem superior ao doméstico mas ainda pouco para uma das produções mais esperadas do ano.

Leia também:

Cafona e confuso, Matrix Resurrections é uma bagunça

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *