Tom Holland, Andrew Garfield e Tobey Maguire se reúnem para falar de Homem-Aranha 3

63
0

O trio Homem-Aranha formado por Tom Holland, Tobey Maguire e Andrew Garfield se reuniu pela primeira vez para uma entrevista em vídeo ao site Deadline (em inglês), onde discutiram “Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa”.

“Eu sempre soube que esse filme seria amado ao redor do mundo, mas não achei que seria tão gigantesco quanto se provou ser. Uma das minhas coisas favoritas de se fazer no momento é assistir vídeo de reação de fãs à cena em que vocês dois [Maguire e Garfield] aparecem pela primeira vez. [..] Foi só nas últimas semanas que eu realmente voltei para a realidade, vim para casa e comecei a encarar a minha vida real novamente. Parece que, nos últimos meses, estive em um sonho muito estranho”, revelou Holland.

Maguire contou pela primeira vez, durante a entrevista, como foi o processo de embarcar no projeto para ele. O ator disse que foi chamado para uma reunião com Amy Pascal (da Sony) e Kevin Feige (do Marvel Studios), mas não sabia detalhes do projeto.

“Naquela primeira conversa, percebi que a intenção deles era amar e celebrar esses filmes [do Homem-Aranha], o que eles significavam. Para mim, quando artistas, ou as pessoas conduzindo um projeto, têm uma intenção genuína e autêntica de celebração e amor, eu simplesmente quero me juntar a eles”, explicou.

O ator adicionou que é um grande fã dos seus dois colegas de elenco: “Admiro muito Tom e os filmes dele [como Aranha], e Andrew também. Para mim, foi uma proposta intrigante desde o começo, mas confesso que por um tempo fiquei pensando: ‘Mas o que exatamente vamos fazer?’. Era tudo muito misterioso”.

Garfield, por sua vez, disse que o envolvimento de Maguire foi chave para ele mesmo aceitar o retorno ao papel. “Eu fiquei esperando para ver se Tobey ia fazer. Porque, se ele fosse fazer, eu não teria escolha, sabe? Seguiria Tobey até o fim do mundo”, brincou.

“Mas, falando sério: de forma similar ao que Tobey disse, eu percebi que a intenção [dos produtores] era muito pura. Me pareceu uma ótima ideia, do ponto de vista criativo, do ponto de visa da história. Eles não estavam nos pedindo para chegar no filme, dizer um ‘oi’, e ir embora de novo. Nossa presença servia à jornada do Peter Parker de Tom”, refletiu.

Durante as filmagens, completou Maguire, o sentimento geral era de gratidão. “Foi uma experiência muito rica, porque pudemos passar por ela juntos. Eu não estou dizendo que fiquei sentado no set pensando sobre o que tudo isso significava em termos de legado e a nossa irmandade, mas tive momentos em que tudo aquilo me atingiu. No dia a dia, foi lindo desenrolar essa história e esses relacionamentos”, definiu.

Via: Omelete

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *