em , ,

Round 6 – provedor coreano processa a Netflix por caos no tráfego de internet

O sucesso de “Round 6” acabou de render uma certa dor de cabeça à Netflix na Coreia do Sul. A gigante do streaming foi processada por um provedor de Internet no país asiático por causa de um suposto aumento no tráfego causado pela popularidade da série.

A produção sul-coreana – estrelada por Lee Jung-jae e Park Hae-Soo – tornou-se um enorme sucesso mundial desde seu lançamento em 17 de setembro.

De acordo com a Reuters (via The Independent), o provedor de internet SK Broadband está processando a Netflix para pagar pelos custos do aumento do tráfego de rede e do trabalho de manutenção devido a um aparente aumento de telespectadores na plataforma.

A ação foi motivada por um tribunal de Seul que declarou “razoavelmente” um pagamento por parte da empresa americana à SK Broadband pelo uso da rede. De acordo com o relatório, a Netflix disse que analisará a reclamação e buscará um diálogo com a empresa.

Em um comunicado à Reuters, a SK disse que a popularidade de “Round 6” destacou o status da plataforma como o segundo maior gerador de tráfego de dados da Coreia do Sul, depois do YouTube.

A SK acrescentou que a Netflix e Google, dono do YouTube, não estão pagando taxas de uso de rede, ao contrário de outros provedores de conteúdo como Amazon, Apple e Facebook.

A Reuters relata que a Netflix apelou da decisão. Novos procedimentos estão programados para começar no final de dezembro.

Leia a crítica de Round 6

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *