Invernadero

Invernadero, do Chile, lança EP ao vivo gravado na SIM São Paulo

A primeira apresentação internacional da Invernadero, banda de rock psicodélico do Chile, foi na Semana Internacional de Música (SIM), em São Paulo, em 2020. Esta mesma apresentação agora se torna o primeiro EP ao vivo do grupo, que conta com canções inéditas que estarão no próximo álbum, “Onda Estelar”.

“A experiência foi muito enriquecedora, tivemos a oportunidade de mostrar nosso trabalho e também de conhecer muitas pessoas de todo o mundo, outros projetos muito interessantes e muitos lugares para visitar. Gostaríamos muito de poder tocar no Brasil quando possível, espero que aconteça.”, elogia Paolo Mardones, baixista da Invernadero.

O título do EP faz referência ao local onde a apresentação para a SIM São Paulo foi gravada, Cerro Ñielol, monumento de Temuco, cidade no Sul do Chile. Para a performance convidaram os músicos Diego Roa (saxofone) e Erick Turrieta (Clarinete).

“O desafio era estar à altura da ocasião, então trabalhamos com a ideia de fazer algo que nunca havíamos feito, resultando neste show colorido e vertiginoso.”, define Sebastián Moncada, guitarrista da Invernadero.

O repertório do show contou com cinco músicas, incluindo uma canção inédita, O álbum é o terceiro da Invernaderos e contará com participação de músicos do Chile, México, Brasil e Austrália, todos enquadrados na busca por agregar sons não convencionais de diferentes partes do mundo. Com dois álbuns lançados, Invernadero (2015) e Entropía (2019), a apresentação foi a primeira vez que a banda chilena entrou em contato com o público brasileiro.

“Este projeto representa a possibilidade de sermos ouvidos em outras partes do mundo como Brasil, México e Colômbia, por isso o consideramos um dos marcos mais importantes para nós até agora.”, afirma Nicolás Norambuena, baterista da Invernadero.

A gravação foi realizada por Johnny Painen, enquanto a mixagem e masterização são de Seba Moncada e Paolo Mardones. A apresentação em vídeo contou com direção e operação de câmera por Gonzalo Tonchi Puebla, enquanto a direção de fotografia ficou por conta de Nicolás Molina e Carlos Valverde. A iluminação é de  Carlos Melivilu, enquanto o figurino e a maquiagem são de Mónica Tardonez e Álex Sanzana. A performance foi idealizada por Pablo Navarrete, com equipamentos de Matilde González.

 

Total
0
Shares
Ant.
Soul, a delicadeza de uma animação em perguntar o quão importante somos

Soul, a delicadeza de uma animação em perguntar o quão importante somos

Aguardamos até o último mês do 2020 para ver umas das produções mais comovente

Próxima
Alysson Salvador celebra 20 anos de carreira no álbum “Musicarama”

Alysson Salvador celebra 20 anos de carreira no álbum “Musicarama”

O cantor e compositor mineiro Alysson Salvador entrega “Musicarama”, álbum

Você pode gostar