em ,

OVONO, produção teatral futurista de Ricardo Karman

Foto: Ricardo Karman

Ovono é uma ficção científica. Ovono é uma criatura de Otávio Donasci. Ovono se estrutura dentro de um inflável. O inflável é um ambiente criado de realidade física interagindo com uma realidade virtual.

A história contemporiza o elemento da física, átomo que compõe o biológico que está contaminando a história do mundo. Em um trajeto feminino que se distancia da infância sem a remota consideração de um passado, avança em texto em direção ao Sol, um átomo feliz ou miserável nos deixa ao som de Strauss a descoberta do mundo azul. A história da humanidade é remontada a um primórdio simbólico do pecado original.

ovono-ensaio-foto-de-ricardo-karman-13-b

Adão e Eva dentro do intermediário inflável, interagem com um sistema cênico de vídeo-criaturas representado pela tentação da goiaba mordida que o verme, neste tempo espaço da vontade da mulher, ainda arraigada no princípio do homem. Mas na referência cinematográfica de descolamento onde as imagens contam as histórias com colagens e sobreposições. Eva se emancipa ao comer a goiaba mordida convencida pelo verme e nesta cena teatral ela vira uma primata que manuseia o osso de um semelhante. Ao evoluir civilizadamente, Eva adquire vestimenta de José de Anchieta e manifesta-se na lógica do átomo e o vazio de sua concepção.

Na mesma medida Adão um cientista criador, pai de uma inteligência artificial por quem dialoga as suas questões de fronteira entre ciência e religião, razão e fé, culpa e Deus, crime e poder.

Alicia-se a uma formação de ciência e poder, descoberta e patente na interação do cientista criador e um general ambicioso de guerra por domínio de uma liberdade inventiva.

O crime ocorre na defesa de um patrimônio intelectual. Tendo em vista uma catástrofe planetária de um Fêmur gigante que se aproxima da Terra. Terra azul de fuga da infância que a astronauta infectou.

Eva que provou do fruto virulento e obteve o instrumento de dominação. Adquire o combate para propriedade, manipulação e manutenção de salvar a ameaça espacial com indumentária, afronta o mundo masculino ao se aliar a vídeos documentários de mulheres que conspiram em defesa do planeta como um exército feminino a especular positivamente e negativamente a missão ou o aborto dela, sem precedentes morais, quando subvertem com seus nomes parecidos com a transmissão de Al Jazeera.

ovono-ensaio-foto-de-ricardo-karman-11-b-1

Espetáculo OVONO

Texto e direção geral: Ricardo Karman
Diretor de animação e vídeo: Amir Admoni
Diretor de projeto multimídia: Tito Sabatini
Elenco: Gustavo Vaz, Paula Arruda, Paula Spinelli, Fábio Herford, Bruno Ribeiro e César Brasil.
Assistência de direção: Bernardo Galegale
Figurinos: José de Anchieta
Iluminação: Domingos Quintiliano
Cenografia: Ricardo Karman
Dramaturgista: Rui Condeixa Xavier
Sonoplastia: Ricardo Karman e  Bernardo Galegale
Projeto e consultoria de inflável: Otávio Donasci
Consultor de imagem: Hugo Mendes e Damian Campos
Projeto gráfico: Keren Ora Karman
Administração: Norma Lyds
Produção executiva: Vivian Vineyard;
Contra regra: Cesar Brasil
Costureira: Lande Figurinos
Fotografia: Leekyung Kim
Assessoria de imprensa: Verbena Comunicação
Idealização: Kompanhia do Centro da Terra
Realização: Centro Cultural Bando do Brasil
Patrocínio: Banco do Brasil

Serviço 

Centro Cultural Banco do Brasil (130 lugares)
Rua Álvares Penteado, 112. Centro/SP
Tel: (11) 3113.3651 / 3113.3652. Capacidade: 130 lugares.
www.bb.com.br/cultura – www.twitter.com/ccbb_sp – www.facebook.com/ccbbsp
Acessos: Estações Sé e São Bento do Metrô. Praças do Patriarca e da Sé.
Acesso e facilidades para pessoas com deficiência física / Ar-condicionado / Loja / Café Cafezal
Estacionamento: Estapar – Rua Santo Amaro, 272 – R$ 15,00 pelo período de 5h.
É necessário carimbar tíquete na bilheteria do CCBB.
Transporte gratuito: uma van faz o traslado gratuito no trajeto estacionamento – CCBB. Na volta, parada no Metrô República antes do estacionamento.
Estreia: dia 5 de novembro de 2016
Horários: Sábado e segunda (às 20h) e domingo (às 19h)
Temporada: até 12 de dezembro
Ingressos: R$ 20,00 e R$ 10,00 (meia)
Funcionamento/bilheteria: das 9 às 21h, de quarta a segunda. Pela Internet: www.ingressorapido.com.br
Duração: 100 minutos. Recomendação: 16 anos. Capacidade: Gênero: Ficção científica (drama).

Deixe sua opinião

Publicado por Renata Bar Kusano

3% – primeira série Netflix produzida no Brasil, ganha trailer

“Doutor Estranho” introduz bem (mas nem tanto) o mundo místico da Marvel no cinema