- Shaft Capa - Novo “Shaft” mostra conflito de gerações
em , ,

Novo “Shaft” mostra conflito de gerações

Após 19 anos, Samuel L.Jackson retorna ao papel título de “Shaft” (idem, 2019), filme lançado diretamente na Netflix. O personagem foi interpretado anos 70 por Richard Roundtree, que participou no longa anterior como um parente do personagem.

Com direção de Tim Story (que comandou os dois primeiros filmes do “Quarteto Fantástico”), a nova trama traz um conflito de gerações. O agora Detetive Particular John Shaft recebe um pedido de ajuda do filho JJ Shaft (vivido por Jessie T. Usher), um agente de informações do FBI cujo amigo de infância foi morto. Por não ter a astúcia de um agente de campo, acaba procurando o pai, que o havia abandonado com a mãe, e apenas enviava presentes em épocas especiais, sem o procurar.

- Shaft 1024x683 - Novo “Shaft” mostra conflito de geraçõesDiferente do filme de 2000, dirigido por John Singleton, que era um thriller policial com um tom sério com cenas de ação mais contidas, o longa de Tim Story tem um tom mais próximo da comédia, com destaque para os diálogos entre pai e filho que evidenciam o contraste entre os dois: um ex-policial “badass” respeitado por todos nas ruas e um agente de dados do FBI burocrático e obediente a regras. Outro ponto que reforça esse tom são cenas de ação mais exageradas (como o sangue jorrando de forma mais intensa).

O grande destaque está mesmo em Jackson, bastante à vontade no papel, engraçado e durão o tempo todo, sempre trazendo os holofotes para si quando está em cena. Já o personagem de Usher parece mais a escada para os momentos divertidos. Apesar de a trama dar a entender que ele é o protagonista, há uma demora para estabelecer conexão. De início, é apenas um personagem chato que vai melhorando com a convivência com o pai.

Regina Hall, que faz a ex-esposa de Shaft e mãe de JJ, é bem mais interessante que o filho, no conflito entre a raiva e a atração que sente pelo charme e a perseverança do ex-marido.

- shaft 2019 12 1 - Novo “Shaft” mostra conflito de geraçõesPor fim, o Shaft 2019 é um bom entretenimento e funciona bem como uma comédia devido aos exageros que o personagem possui, não tendo a complexidade e nem os antagonistas do filme de 2000, título que o espectador pode conferir logo em seguida, pois está disponível na mesma plataforma.

Deixe sua opinião